Halloween – Origem do Dia das Bruxas

Alguns países possuem a tradição de comemorar o Halloween. Saiba mais sobre a origem e história dessa festividade.

0

O Halloween é uma festividade comemorada em muitos países do mundo, principalmente naqueles onde o inglês é língua oficial. A origem dessa celebração aconteceu há mais de 3 mil anos.

O Halloween é conhecido no Brasil como Dia das Bruxas, festejado todos os anos no dia 31 de outubro. A celebração é realizada no contexto do Allhallowtide, três dias dedicados à observação e memoração dos mortos, almas e todos os santos.

Origem do Halloween

A história das festividades de Halloween possuem como origem o período entre os anos de 600 a.C. e 800 d.C. como tradição dos povos celtas.

Nesse contexto, as celebrações de Halloween acontecem há mais de 3 mil anos. Entretanto, existem algumas contradições sobre o início da festividade, assim quanto sua origem.

A princípio, o início desta celebração não tinha relação com bruxas. Na verdade, esse período datado no calendário celta, era denominado festival de Samhain. Este nome significa “fim do verão” e acontecia entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro, simbolizando o encerramento dos tempos de verão.

Além disso, o festival de Samhain comemora o começo de um novo ano, que para os celtas acontecia no dia 1 de novembro.

Somado a isso, era nesse período que as almas dos mortos retornavam ao mundo dos vivos para visitarem seus familiares e para se aquecerem perto da lareira.

O povo celta acreditava que o lugar dos mortos era simbolizado por muita felicidade e não possuía fome ou dor.

Entretanto, com a chegada do Cristianismo, essa celebração foi sendo moldada aos formatos da Igreja Católica. A partir disso, a festividade passou a ser associada ao Dia das Bruxas e considerada uma celebração pagã.

Na tentativa de retirar o caráter pagão da festa e tentar inseri-la no meio cristão, a Igreja passou a comemorar o Dia de Todos os Santos no dia 1 de novembro. Dessa forma, os dogmas e princípios cristãos se mesclaram com a festa pagã, relacionando essa tradição à religiosidade.

Assim, o nome Halloween passou a representar esse período, derivados das palavras hallow, que significa “santo”, e eve que denota “véspera”.

Dessa forma, a celebração passou a ser entendida como o tempo que antecede a celebração do Dia de Todos os Santos, ou seja, é a celebração da véspera do Dia de Todos os Santos, dedicado aos fiéis falecidos, mártires e santos.

Símbolos e tradições do Halloween

Jack-o’-lantern – Abóbora iluminada de Halloween.

As principais simbologias e fantasias desse período estão relacionadas a fantasias macabras, esqueletos e abóboras.

Doces ou travessuras

A tradição de dar e pedir doces no dia de Halloween é de origem celta. Para estes povos oferecer comida era uma maneira de abrandar e conciliar as pazes com os espíritos maus, por isso a comida era apresentada e cedida de bom grado.

Fantasias

Fantasias de Halloween
Trick or treat – Doces ou travessuras. Crianças com fantasias de Halloween.

O fato da origem dessa celebração possuir relação com a lembrança aos mortos fez com que essa temática se difundisse e protagonizasse a data.

Como eles acreditavam que os mortos poderiam se apropriar dos corpos dos vivos, começaram a usar vestimentas que fizessem referência aos mortos, como roupas sombrias e assustadoras. O objetivo disso era afastar e enganar os espíritos ruins.

Por isso, as fantasias se tornaram tradição e são todas assustadoras, como de bruxas, caveiras, múmias, vampiros, zumbis, morcegos, fantasmas, entre outras fantasias macabras.

Abóbora com lanterna

Jack-o’-lantern – Abóbora iluminada feita como enfeite para o Dia da Bruxas.

A tradição de colocar uma lanterna em uma abóbora faz referência a um costume dos celtas de entalhar nabos e colocar velas no interior. Essa tradição surgiu em relação com o conto do Jack da Lanterna.

Esse conto retrata a história de um rapaz, Jack, que foi proibido de entrar no mundo dos mortos e passou a vagar no mundo dos vivos com sua lanterna a procura de descanso. Assim, ele se tornou uma figura essencial nessa data, junto as decorações de lanternas.

Como nos Estados Unidos há abundância de abóboras na época do Halloween, esse fruto passou a ser adaptado e inserido nessa tradição, tomando o lugar dos nabos.

Halloween nos Estados Unidos

Os Estados Unidos tiveram contato com o Halloween com a chegada de imigrantes irlandeses ao país no século XIX. A partir disso, as celebrações e costumes do Dia das Bruxas foram totalmente incorporadas às tradições norte-americanas.

Todo o país adere a celebração e, por isso, a data é considerada feriado nacional nos EUA. Além disso, outros países como Canadá e Reino Unido também aderem as tradições do Halloween, como uma data com forte valor para esses lugares.

Comemorações nos Estados Unidos

Esqueletos em frente a uma casa – Decoração de festa de Halloween.

Públicos de todas as idades aderem à celebração, assim, casas, ruas e comércios são decorados com temas sombrios, típicos do Halloween.

As crianças se fantasiam e utilizam máscaras para caminhar nas ruas, batendo de porta em porta, pedindo doces, pronunciando a famosa frase “doces ou travessuras”.

Halloween no Brasil

Algumas regiões do mundo e do Brasil, inseriram essa comemoração por influência dos países de língua inglesa.

A propagação do Halloween acontece através de instituições que procuram compartilhar a cultura do mundo anglófono, como os cursos de idiomas.

Assim, o Halloween passou a ser comemorado no Brasil, com festas e decorações especiais em lanchonetes, bares, shoppings e festas à fantasia.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.