Projeto Dia do Livro Infantil

Comemorada em dias diferentes no Brasil e no mundo, a data é uma excelente oportunidade para estimular o apreço pelos livros e pela leitura.

0

Ler é uma delícia! Ainda mais durante a infância, quando um livro é capaz de despertar um mundo de possibilidades, explorando a imaginação. Para que isso se torne um hábito duradouro, o gosto pela leitura precisa ser incentivado desde cedo, quando os pequenos ainda estão em processo de formação.

A leitura é tão importante para as crianças, que há um Dia Internacional do Livro Infantil, cuja celebração é realizada em 02 de abril. A data não foi escolhida ao acaso. Neste dia comemora-se também o aniversário de um dos mais importantes nomes da literatura infantil de todos os tempos, o dinamarquês Hans Christian Andersen.

Apesar de ele não ter sido o primeiro a dedicar suas obras exclusivamente aos pequenos, ele foi pioneiro em adaptar fábulas já existentes para uma linguagem mais acessível a eles.

Antes mesmo das contribuições dadas por Charles Perrault, considerado o pai da literatura infantil, Andersen foi o responsável por usar histórias antigas para transmitir moral e valores

Já o Dia Nacional do Livro Infantil é comemorado em 18 de abril. A data também foi escolhida em homenagem a um escritor, Monteiro Lobato, dono de um impressionante legado deixado para a literatura infantojuvenil.

Além de escrever livros para adultos, ele dedicou a maioria de suas obras às crianças. Seu primeiro livro do gênero data de 1920. O sucesso de “A menina do narizinho arrebitado” foi tão grande que motivou a criação de outros clássicos, imortalizando personagens como Emília, Dona Benta, Tia Nastácia, Pedrinho e tantos outros.

Entre outras coisas, o reconhecimento veio em função do pioneirismo ao reconhecer a necessidade de inserir nas obras voltadas aos pequenos, elementos da cultura nacional, como lendas do folclore e traços culturais do interior do país.

Ainda que a data tenha sido escolhida em homenagem a Monteiro Lobato, nomes como Ziraldo, Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Lygia Bojunga, Cecília Meireles, Marina Colasanti e tantos outros escreveram verdadeiros clássicos da literatura infantojuvenil brasileira e serão eternamente reconhecidos nesse sentido.

Comemorar a data é mais do que apenas lembrar desses escritores, tão caros à literatura infantil. É um convite para mostrar às crianças o quanto os livros escritos por eles são importantes e como eles podem proporcionar momentos de prazer e entretenimento no mundo do faz de conta.

Justificativa

A leitura, entre tantas coisas, possibilita a interação com o meio ambiente, facilitando muito o processo de compreensão do mundo que nos cerca. Sendo assim, é interessante inserir os livros na vida das crianças desde os primeiros anos de vida. Nesse sentido, a escola cumpre um papel fundamental, pois, é nela que as crianças passam boa parte da infância. Além disso, o hábito de ler é crucial no desenvolvimento da linguagem escrita e linguagem oral.

Objetivos

  • Despertar o interesse pela leitura, fortalecendo o hábito nos estudantes e formando leitores no ambiente escolar;
  • Desenvolver habilidades de pesquisa oral e escrita;
  • Instigar a curiosidade dos alunos;
  • Identificar as partes de um livro (título, capa, contracapa, índice, capítulos, etc.);
  • Diferenciar os tipos de texto;
  • Conhecer autores e suas obras;
  • Enriquecer o vocabulário;
  • Resgatar o repertório de histórias e contos tradicionais e regionais;
  • Estimular a imaginação e a criatividade;
  • Desenvolver a linguagem oral e escrita.

Desenvolvimento

  • Dê início no projeto fazendo uma sondagem com os alunos sobre quais os livros que eles mais gostam, se eles têm o hábito de ler em casa e quais as histórias mais famosas eles conhecem;
  • Para aprofundar o conhecimento, solicite uma pesquisa sobre os principais autores da literatura infantil brasileira e sobre os livros mais conhecidos;
  • Outra pesquisa ou discussão possível, é sobre os autores infantis do estado e quais são as contribuições deles para a literatura brasileira;
  • Disponibilizar em sala de aula livros infantis para que as crianças possam manusear, conhecendo diferentes formatos e estilos de texto e ilustração;
  • Montagem de cantinho da leitura, incentivando os pequenos a escolher obras para levar para casa, ler e depois devolver à classe;
  • Contação de histórias e dramatização com cenários, máscaras e fantoches;
  • Leitura e atividades de interpretação de texto;
  • Atividades pedagógicas para o Dia do Livro Infantil;
  • Pintura, recorte e colagem;
  • Oficinas literárias para reconto das narrativas originais;
  • Criação de cartazes sobre a importância de ler, colando-os em locais estratégicos dentro da sala de aula;
  • Apresentações com declamações de poesias, rimas e músicas;
  • Ilustração de personagens com mistura de diferentes materiais, tais como lápis de cor, papéis coloridos, giz de cera, tinta guache, retalhos de tecido e outros;
  • Confecção de marcadores de página para as crianças;
  • A culminância do projeto pode ser uma feirinha de livros, com troca e venda, e também com exposição do material produzido pelas crianças, envolvendo toda a comunidade escolar.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.