PIS/Pasep: Como saber se você tem direito ao abono salarial?

Confira agora como consultar as informações referentes ao benefício e se você terá direito ao saque.

O abono salarial PIS/Pasep começará a ser pago a partir do dia 8 de fevereiro e beneficiará todos aqueles trabalhadores aptos a receber até 31 de março. Visto isso, saiba como verificar todas as informações alusivas ao benefício e se terá direito ao saque. Acompanhe a leitura e confira como consultar se você tem direito ao PIS/Pasep!

Tendo em vista tornar a vida do trabalhador mais fácil frente às burocracias dos documentos, em setembro de 2019, o Governo Federal disponibilizou a Carteira de Trabalho e Previdência Social Digital. Essa medida foi possível em decorrência da implementação da Lei 13.874/2019.

Leia mais: Vai tirar ou renovar a CNH em 2022? Veja o que mudou nas regras do documento

A respeito dessa nova medida, o cidadão agora tem um acesso mais simplificado e controle maior de suas informações, sejam elas antigas ou mais atualizadas. Desse modo, é possível checar a versão digital do documento na hora que quiser, através do celular, bastando apenas baixar o aplicativo e inserir o CPF.

Como consultar o PIS/Pasep através do celular?

Para saber se está habilitado a receber o abono salarial PIS/Pasep, será necessário baixar ou atualizar o aplicativo da CTPS no seu smartphone. Feito isso, é só seguir o passo a passo descrito abaixo:

  • Toque no ícone do aplicativo;
  • Assim que abrir na tela principal, busque pela opção “Benefícios”;
  • Logo em seguida, basta clicar em “Abono Salarial” e confirmar as informações presentes na aba.

Desse modo, além de saber se possui direito ao benefício, será possível também verificar o valor, bem como a data de liberação do abono. A respeito da quantia recebida e a ordem, estas questões são organizadas de acordo com o calendário do benefício.

Valor do abono

A quantia disponibilizada para cada beneficiário irá depender dos meses exercendo atividade remunerada ao longo de 2020, sendo esse, o ano-base do abono que será liberado a partir de fevereiro.

O cidadão que trabalhou de carteira assinada durante todos os 12 meses que compõem um ano receberá o valor do teto, que corresponde a um salário mínimo (R$ 1.212). As demais parcelas serão proporcionais a esse teto, ou seja, a cada mês de trabalho, serão liberados R$ 101.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More