Sisu oferta 237.128 vagas, em 128 instituições públicas de ensino superior

Após detectar falhas nas notas do Enem, MEC estende prazo para inscrições no Sisu. A inscrição é online e agora vai de terça-feira, 21, a domingo, 26.

0

Após os erros com as notas dos candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, o Ministério da Educação estendeu por mais dois dias o prazo para as inscrições ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu)As inscrições para o Sisu vão de hoje, 21 de janeiro, até o próximo domingo, 26 de janeiro.

Em 2020, o programa oferece 237.128 vagas, distribuídas pelas 128 instituições públicas de todo o Brasil. O requisito básico para participação no Sisu 2020 é ter realizado o Enem 2019 e não ter zerado a redação.

No ato da inscrição, o candidato deve inserir o número de inscrição do Enem e a senha cadastrada. A inscrição é online e deve ser feita na página do Sisu.

Cronograma

Conforme o calendário atual, as inscrições devem ser realizadas entre os dias 21 e 26 de janeiro. Já o resultado será divulgado uma semana depois, no dia 28 de janeiro, ambos no site do Sisu.

Os aprovados devem realizar a matrícula na instituição em que foram aprovados, entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro.

Além disso, os que não foram selecionados ainda podem inserir o nome na lista de espera, dos dias 29 de janeiro a 4 de fevereiro.

Mas, nesse caso, eles serão convocados pelas instituição almejada, entre 7 de fevereiro e 30 de abril.

Média da nota

No momento da inscrição é permitido optar por até duas opções de curso. Entretanto, alguns cursos possuem restrições.

A forma em que o Sisu será utilizado é de autonomia de cada instituição. Desse modo, determinado curso pode solicitar uma média ou uma nota mínima na prova. Assim, mesmo que com uma nota considerada boa, alguns candidatos podem não conseguir adentrar a alguns cursos e universidades.

Outra forma de classificação é com a atribuição de pesos distintos para as provas. Com isso, o cálculo da nota do aluno vai depender do curso em que está concorrendo.

Na ocasião, as instituições divulgam em seus sites o edital com as regras do programa.

Nota de corte

Ao longo do período de inscrição, uma vez ao dia, o MEC disponibiliza na página do Sisu as notas de corte.

Considerada a menor nota para o candidato concorrer a uma vaga, em determinado curso e instituição, a nota de corte é calculada conforme o número de vagas, a quantidade de inscritos e a nota deles.

Sendo assim, a nota de corte é uma base para o monitoramento da inscrição. Porém, não é pelo fato de possuir a nota de corte que será garantida a seleção.

Até o final das inscrições é possível modificar as opções de curso. Contudo, o Sisu considera apenas a última opção selecionada pelo estudante.

*Com informações de Agência Brasil

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.