Saiba mais sobre o vírus de pedágio que pode infectar redes WiFi

Esse malware pode infectar seu WiFi e forçar assinatura premium. Entenda.

Não estamos seguros nas ruas, e muito menos no ambiente digital. Os vírus virtuais são uma realidade, e muitas pessoas já sofreram com eles em seus aparelhos eletrônicos. Desta vez, a Microsoft está alertando para um malware da fraude de pedágio. Ele é conhecido por infectar os aparelhos e forçar a realização de assinaturas premium, com ameaças e mensagens por SMS.

Para saber mais detalhes e saber se proteger dessa situação com esse vírus de redes WiFi, acompanhe o texto.

Leia mais: Hackers chineses usam da internet para fazer espionagem

A ameaça está mais perto do que se imagina

A Microsoft mostrou detalhes de como o vírus está infectando diversos aparelhos eletrônicos e como proceder para evitar que ele ataque seu aparelho Android. O vírus basicamente funciona infectando as redes Wireless Application Protocol (WAP). Trata-se de redes específicas que permitem que os consumidores assinem conteúdo pago e adicionem a cobrança à conta telefônica.

Desse modo, ao cliente clicar para adquirir a rede WiFi, ele acaba clicando em um botão de assinatura. Assim, alguns serviços enviam uma senha de uso único (OTP) para os clientes confirmarem sua escolha. Basta aceitar para ter o telefone infectado automaticamente. O vírus age silenciosamente, interceptando os OTPs e suprimindo as notificações.

Como se livrar dessa situação?

Caso perceba algo estranho no seu aparelho ou cobranças indevidas na sua linha telefônica, verifique se você não acabou sendo vítima do malware. O vírus começa coletando dados na rede móvel do assinante, para os quais o Android não requer permissão do usuário.

O primeiro passo é sempre desabilitar a conexão WiFi e forçar o dispositivo a usar a rede da operadora. Caso possua Android 9, esse é o nível básico de proteção.

Com isso, você pode seguir alguns passos listados pela Microsoft:

  • Desative a conexão Wi-Fi ou espere o usuário mudar para uma rede móvel;
  • Navegue silenciosamente até a página de assinatura;
  • Clique automaticamente no botão de assinatura;
  • Interceptar o OTP (se aplicável);
  • Envie o OTP para o provedor de serviços (se aplicável);
  • Cancelar as notificações por SMS (se aplicável).
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More