ALADI

A ALADI é uma organização intergovernamental que tem como principal objetivo integrar os países da América Latina.

0

O que é ALADI? ALADI é a sigla utilizada para se referir a Associação Latino-Americana de Integração. É o maior grupo latino-americano de integração, formado por treze países-membros.

O Tratado de Montevidéu assinado em agosto de 1980, é o responsável por regular a ALADI, estabelecendo princípios gerais como o pluralismo político e econômico, criação de um mercado latino-americano, flexibilidade, além de promover o desenvolvimento das áreas desfavorecidas do continente americano.

Origem da ALADI

Em 1960 diversos países latino-americanos se reuniram em Montevidéu, Uruguai. O intuito do encontro era desenvolver uma zona de livre comércio, por isso criaram a Associação Latino-Americana de Livre Comércio (ALALC), dela se origina a ALADI.

O objetivo da ALALC era promover uma integração regional, tal como a Comunidade Econômica Europeia e o BENELUX. Além disso, buscavam a proteção do mercado latino-americano contra a influência dos Estados Unidos e da Europa, seus principais compradores.

A ALADI surgiu como uma atualização da ALALC, vinte anos depois, em 1980, por meio do Tratado de Montevidéu. Nesse momento, diversos países latino-americanos estavam vivendo sob regimes ditatoriais, como a Argentina, Brasil e Chile. Entretanto, tal realidade não impediu o processo de integração entre os países.

Estrutura e organização

A estrutura e organização da ALADI são constituídas pelos:

  • Conselho de Ministros das Relações Exteriores
  • Conferência de Avaliação e Convergência
  • Comitê de Representantes

Coordenada pela Secretaria-Geral, a sede da ALADI se situa em Montevidéu, Uruguai. Os ministros que compõem o Conselho de Ministros das Relações Exteriores se encontram regularmente para avaliar a relação entre os países-membros e planejar políticas que intensifiquem a integração econômica das nações latino-americanas.

Objetivos

Os principais objetivos da ALADI são:

  • Preferência tarifária regional, aplicada a produtos originários dos países-membros frente às tarifas em vigor para terceiros países;
  • Incentivo ao intercâmbio entre as empresas latino-americanas;
  • Acordos de alcance parcial, com a participação de dois ou mais países da área;
  • Acordos de alcance regional (comuns a todos os países-membros).

A ALADI disponibiliza um curso sobre o financiamento da organização e sobre o comércio latino-americano pelo Centro Virtual de Capacitação. Qualquer pessoa interessada tem acesso a ele.

Características

O conjunto da ALADI representa uma superfície de 20 milhões de km² e mais de 510 milhões de habitantes, correspondendo a 91% da população do continente americano.

Dificuldades para a integração

As dificuldades para a integração dos países latino-americanos partem da falta de vontade política e verbas. As nações das América Latina ainda dependem muito dos Estados Unidos, Europa e agora do mercado asiático.

Dessa maneira, elas são vistas como parceiras menores para alcançar seus objetivos comerciais. A falta de verbas para o financiamento de obras de infraestrutura para o desenvolvimento da região resulta no encarecimento dos transportes dos produtos. Pode ser visto como mais atrativo exportar produtos para a Europa do que para um país localizado no seu próprio continente.

Países-membros da ALADI

Os países-membros da ALADI são:

  • Argentina
  • Bolívia
  • Brasil
  • Chile
  • Colômbia
  • Cuba
  • Equador
  • México
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • Uruguai
  • Venezuela

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.