American Way of Life

O American Way of Life foi um modelo de comportamento criado nos Estados Unidos que valorizava o consumo, a padronização social e os valores democráticos liberais.

0

O que foi o American Way of lifeAmerican Way of life, traduzido para o português, significa “estilo de vida americano”. Foi um modelo de comportamento surgido nos Estados Unidos durante o período entreguerras.

O modo de vida pregado por esse pensamento se pautava pelo consumismo, pela crença aos valores democráticos liberais e pela padronização social. Permanece sendo um parâmetro de comportamento para a população estadunidense.

Características do American Way of Life

American Way of Life partia da ideia de uma vida vitoriosa e feliz em que a liberdade era valorizada. Foi uma das maneiras encontradas para esquecer os acontecimentos desastrosos da Primeira e Segunda Guerras Mundiais.

A partir desse modelo de vida, a felicidade seria alcançada por meio dos bens materiais, ou seja, através do consumo. A superioridade tecnológica americana facilitou a adoção desse comportamento.

A fabricação em massa permitiu a produção e o consequente consumo em larga escala. Além disso, proporcionaram créditos baratos à população estimulando o consumo, na maioria das vezes, de bens supérfluos.

A partir do barateamento dos veículos da marca Ford, o automóvel passou a ser não só um objeto de desejo, como também um bem acessível a parte da população.

A televisão se torna um artigo fundamental nas casas dos norte-americanos, divulgando e estabelecendo um padrão de vida, de beleza e de comportamento. Ela contribuiu para reforçar a ideia de que a felicidade só seria conquistada por meio do consumo, onde a compra e o desfrute dos bens são essenciais para a existência humana.

Ao valorizar as atividades de lazer realizadas no tempo livre, associavam esses momentos ao desfrute dos bens consumidos.

O American Way of Life associava momentos de lazer ao desfrute dos produtos consumidos.

Entretanto, é importante salientar que nem toda a sociedade teve acesso a esse momento de exacerbado consumo e prosperidade. Os afro-americanos foram excluídos desse processo devido à dificuldade de inserção dessa população na sociedade após a abolição da escravidão.

O American Way of Life pregava o consumo exagerado ao mesmo tempo em que buscava combater os ideais comunistas. O anticomunismo foi duramente praticado nesse período.

American Way of Life no Brasil

Os estadunidenses foram os primeiros a exportar produtos domésticos para o Brasil. Somente uma pequena parcela do população tinha acesso a esses bens de consumo. A partir de então, as compras no crédito foram a única saída encontrada para manter este padrão de vida.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o país se alinhou aos países ocidentais o que provocou uma intensificação do modo de vida americano no Brasil. A importação de diversos produtos, como chicletes, refrigerantes e carros criou necessidades supérfluas.

Dessa maneira, o consumo passou a ser exaltado em um país que possuía uma parte expressiva da população com dificuldades financeiras.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.