Bacia Platina – Localização, características, principais rios e hidrelétricas

A Bacia Platina é a segunda maior do planeta em extensão territorial e volume de água. Seus principais afluentes incluem os rios Paraguai, Paraná e Uruguai.

0

Considerada como uma das maiores do mundo, a Bacia Platina ou Bacia do Prata é uma bacia hidrográfica, região responsável pela drenagem de um rio principal e seus afluentes.

Em razão do seu enorme volume de água, a bacia tem a função de gerar energia por meio das usinas hidrelétricas, chegando à porcentagem de 65,9% de toda produção nacional.

Por estar presente em toda a América do Sul, os rios da Bacia Platina são navegáveis e estimulam a comunicação e o comércio entre os países do Mercosul, impulsionando o desenvolvimento das cidades da região.

Historicamente, a região da bacia foi habitada inicialmente pelos índios Guaranis, além de ter sido palco das disputas entre portugueses e espanhóis durante o processo de colonização. 

Logo após os índios, a área foi ocupada por jesuítas, seguidos pelos bandeirantes que desbravaram o local em busca de mão de obra escrava.  

Características da Bacia Platina

Com cerca de 3,1 milhões de km², é classificada como sendo a segunda maior bacia hidrográfica do Brasil em extensão e volume de água, atrás apenas da Bacia Amazônica

Metade desse número, cerca de 1.397.905 km² de km², fazem parte do território brasileiro, mais precisamente na região sul do país.

Localizada na América do Sul, é composta por três sub-bacias: Bacia do Paraná, Bacia do Paraguai e Bacia do Uruguai.

Sua extensão territorial atinge os seguintes países: Brasil, Argentina, Bolívia, Uruguai e o Paraguai. 

Na localidade , foi construída uma das maiores usinas hidrelétricas do mundo, a Binacional de Itaipu. Situada no Rio Prata, a instalação nasceu da parceria entre o Brasil e o Paraguai, no intuito de fornecer energia  às cidades ao redor.

bacia-rio-prata-mapa
Mapa hidrográfico da Bacia Platina

Principais rio da Bacia Platina

Os principais rios que formam a Bacia Platina são:

Rio da Prata: É formado pelos rios Paraná e Paraguai e possui uma extensão de aproximadamente 290 km². Além de separar os países como Argentina e Paraguai,o Rio da Prata tem como característica principal a de ser um estuário (lugar de transição entre um rio e o mar). Além dos rios citados acima, outros afluentes do Rio da Prata são: rio Lujan, Matanza, Salado do Sul e Samborombón. 

Rio Paraná: É o segundo maior rio da América Latina com uma área de extensão de aproximadamente 4.880 km². Suas águas marcam as fronteiras entre o Brasil e Paraguai e Paraguai e Argentina. Em território brasileiro, o Rio Uruguai delimita as fronteiras entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Tem como principais afluentes os rios Tietê, Iguaçu, Paraguai, Verde e Pardo.

Rio Paraguai: sua extensão chega a atingir 2.620 km² e passando por 4 países da América do Sul, dos quais: Brasil, Argentina Bolívia e Paraguai. Importante afluente do Rio Paraná, o Rio Paraguai nasce no estado do Mato Grosso. Tem como principais afluentes os rios: São Lourenço, Novo, Negro, Paraguai, Mirim, Pacú, Negrinho, Velho Taquari e Miranda. 

Rio Uruguai: com aproximadamente 1.770 km² de extensão territorial, o Rio Uruguai estabelece fronteira entre os países como o Brasil, Uruguai e Argentina. Possui como principais afluentes os seguintes rios: Passo Fundo, Chapecó, Negro, Várzea, Ijuí, Peperi-Guaçu, Ibicuí, Peixe, Quaraí.

Rio Paranaíba: sua área total atinge aproximadamente 1.170 km² e tendo sua nascente localizada no estado de Minas Gerais. Sua extensão percorre outras divisões administrativas do país, como Mato Grosso do Sul e Goiás. Os principais afluentes do Rio Paranaíba são: rio Verde, Claro, Corrente, São Bartolomeu, Aporé e Peixe. 

Rio Iguaçu: é um dos rios mais importantes afluentes do Rio Paraná, com uma extensão de aproximadamente 1.320 km². Corta os estados do Paraná e Santa Catarina, além da província de Missiones, na Argentina. As Cataratas do Iguaçu fazem parte da bacia de mesmo nome, consideradas como umas das maiores quedas d’água do mundo. Os rios afluentes mais importantes são: Várzea, Areia, Pinhão, Negro, Passa Dois, Guarani, Jangada e Pinhão. 

estuário-exemplo
Exemplo de um estuário, local de encontro entre um rio e o mar.

Hidrelétricas da Bacia Platina

Por ser uma das maiores bacias hidrográficas do mundo, na Bacia Platina foram construídas usinas hidrelétricas responsáveis por gerar energia para todo o território brasileiro, além de países vizinhos. 

Responsável por 60,9% de toda instalação hidrelétrica do país, a Bacia Platina tem como principais usinas:

  • Usina Hidrelétrica Itaipu Binacional –  Rio Paraná;
  • Usina Hidrelétrica Engenheiro Souza (Jupiá) – Rio Paraná;
  • Usina Hidrelétrica de Furnas – Rio Grande;
  • Usina Hidrelétrica Porto Primavera – Rio Paraná;
  • Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira – Rio Paraná;
  • Usina Hidrelétrica de Marimbondo – Rio Grande;
hidrelétrica-de-itaipu
Usina Hidrelétrica de Itaipu, maior geradora de energia do planeta.

Veja também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.