Bacia Sedimentar: Saiba, o que é, como se formam e qual sua importância

Descubra quais são as características dessas estruturas geológica e porque elas são importantes para a formação de petróleo.

0

As bacias sedimentares são formadas nas áreas de depressão do relevo. Essas áreas são aquelas que apresentam as menores altitudes, estando, muitas vezes, rebaixadas em relação ao relevo que está a sua volta.

Essas formações rochosas, são compostas, como o próprio nome indica, por rochas sedimentares. Sua formação aconteceu lentamente, por meio de um processo de depósito de materiais orgânicos e inorgânicos, que durou milhões de anos.

Como as bacias sedimentares são formadas

De acordo com a informação mencionada anteriormente, a formação das bacias sedimentares está localizada em áreas de baixa altitude, relativa ou absoluta, chamadas de áreas rebaixadas.

Os sedimentos foram se acumulando nesses locais com o passar do tempo.  Entre eles, podemos citar animais mortos, ossos, conchas, vegetais e outros materiais de origem orgânica e inorgânica. Os materiais foram formando camadas, e estas, se sobrepondo umas às outras.

Representação da Bacia Sedimentar
Bacia Sedimentar

Os  processos que deram origem a esta formação rochosa podem ter ocorrido em épocas mais antigas, como os períodos paleozoico e mesozoico, ou mais recentes, como o período cenozóico.

A princípio, essa formação aconteceu no fundo dos oceanos. Vale lembrar que este processo foi longo, levando milhões de anos para se concretizar. Dessa forma, em função da movimentação das placas tectônicas ao longo tempo, as áreas que estavam submersas se transformaram em terras continentais.

Aqui, vale frisar que grande parte das bacias sedimentares ainda estão no fundo dos oceanos.

PUBLICIDADE

Os sedimentos foram se acumulando, e ficaram sob constante pressão da água, o que possibilitou que eles fossem se transformando em camadas rochosas. Elas foram se sobrepondo, do modo que a quanto mais embaixo, mais antiga é a rocha.

As bacias sedimentares podem ser classificadas. Para isso, são levados em consideração critérios como a evolução tectônica, a natureza do substrato da crusta, a localização relativa aos limites das placas, entre outros.

Nesse sentido, elas podem ser classificadas como:

  • Bacias oceânicas
  • Bacias frontais
  • Fossas de afundamento
  • Bacias intracratônicas
  • Bacias intramontanhosas
  • Margens continentais
  • Bacias de pull-apart
  • Bacias de retroarco

Na maioria das vezes as bacias sedimentares podem ser encontradas em áreas limítrofes das placas tectônicas, por isso, o depósito de sedimentos é contínuo, fazendo com que elas estejam sempre renovação.

As bacias sedimentares e a formação de petróleo e carvão mineral

Elas são importantes para a formação de petróleo, mas também de outros combustíveis fósseis, como o carvão mineral e o gás natural. Portanto, são fundamentais para a economia de qualquer país em que estiverem presentes.

PUBLICIDADE

Durante o processo de formação das bacias sedimentares, muitos animais mortos e elementos orgânicos acabaram soterrados conforme os sedimentos iam sendo depositados no fundo dos oceanos.

Dependendo das condições a que foram submetidos, esses restos se tornaram fósseis ou o petróleo. Para que este segundo seja formado, é necessário que o material armazenado seja submetido a forte pressão e alta temperatura, característicos do interior da Terra.

Sob estas condições, no decorrer do tempo, eles passam por um processo de litificação, ou seja, deixam de estar no estado sólido e tornam-se líquidos. De acordo com as condições de armazenamento, este material fluido dá origem ao petróleo.

No caso do carvão mineral, que é um combustível fóssil não renovável, a formação está relacionada ao depósito e soterramento de troncos, galhos e folhas provenientes de matas e grandes florestas.

Com a passar do tempo, acredita-se que mais de 300 milhões de anos, e submetidos a alta temperatura e pressão, esses sedimentos transformaram-se em minério de carvão.

Existem bacias sedimentares no Brasil?

Não só existem, como estão presentes em praticamente em todo o território brasileiro. Estudos geológicos dão conta que mais de 6 milhões de km², ou 60% do território brasileiro, são compostos por bacias sedimentares, de maior ou menor tamanho.

Elas foram formadas nos períodos Paleozoico, Mesozoico e Cenozoico e estão espalhadas por diversos estados. Essas bacias podem ser classificadas enquanto grande, média e pequena extensão.

As bacias sedimentares são importantes produtoras de petróleo, e consequentemente, fonte de riquezas para o nosso país. Atualmente, nove delas estão sendo exploradas. A título de exemplo, podemos citar a Bacia de Campos, Bacia Potiguar, Bacia de Santos e Bacia Solimões.

Veja outras bacias sedimentares que estão presentes no relevo do nosso país:

  • Bacia Sedimentar do Parnaíba
  • Bacia do Recôncavo Tucano
  • Bacia do São Francisco
  • Bacia Sedimentar do Amazonas
  • Bacia Sedimentar do Pantanal

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.