Banco Central pretende popularizar o real digital; entenda

O Banco Central do Brasil está investindo fortemente em meios de popularizar o real digital assim que for lançado.

Já faz algum tempo que o Banco Central do Brasil vem estudando formas de lançar uma moeda digital, apelidada pelo banco de “real digital”. De fato, o órgão vem fazendo estudos profundos para implementar essa ideia no território nacional conforme a realidade brasileira demanda. Desse modo, o objetivo do BC é, efetivamente, criar soluções integradas que atinjam o maior número de brasileiros possível.

Leia também: Banco Central: confira novas condições para consultar valores esquecidos

“Nós precisamos preparar o mercado para usar essas tecnologias, que ainda são muito complexas e têm um uso de nicho. À medida que começamos a discutir o assunto, ele começa a amadurecer”, destacou o economista do BC, Fábio Araújo. É válido destacar que ele deu uma palestra no South Summit Brasil, um evento voltado à tecnologia e inovação que ocorreu entre os dias 4 e 6 de maio de 2022.

Conforme enfatiza Araújo, o foco do Banco Central é tornar as tecnologias inclusivas e não excludentes. “Com o real digital, pretendemos oferecer uma plataforma que possa integrar essas tecnologias ao sistema convencional para dar acesso a um público maior”, afirmou.

Destarte, com a finalidade de identificar as principais dificuldades na implementação do real digital, a Fenasbac (Federação Nacional dos Servidores do Banco Central) criou em parceria com o Banco Central o LIFT Challenge Real Digital, um ambiente colaborativo que possui como finalidade principal receber propostas que irão auxiliar diretamente na construção dessa proposta inovadora.

Por fim, é válido ressaltar, também, que o prazo final estipulado para a conclusão do projeto é no dia 29 de julho de 2022. Ou seja, ainda há tempo para efetivamente concretizar essa ideia.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More