Bicho geográfico

Continue lendo para conhecer essa doença causada por um parasita.


O bicho geográfico é uma doença que também pode ser chamada de larva migrans cutânea, causada por parasitas que ficam alojadas no intestino de animais domésticos.

As duas espécies que podem causar a doença do bicho geográfico são o Ancylostoma braziliense e o Ancylostoma caninum, sendo o primeiro o tipo mais comum.

As fezes contaminadas são depositadas na terra ou areia, os ovos que ali estão eclodem e liberam as larvas nesses locais que, geralmente, são quentes e úmidos.

Quando as larvas entram em contato com a pele humana, elas se locomovem sob as camadas da pele deixando rastros que formam desenhos que são comparados as linhas dos mapas, por isso a doença é chamada de bicho geográfico.

Bicho geográfico
Bicho geográfico

Sintomas de bicho geográfico

Os sintomas do bicho geográfico são:

  • Linhas vermelhas na pele que podem aumentar de 2 a 5 centímetros por dia;
  • Coceira na pele;
  • Bolhas em relevo na pele no local onde a larva entrou no corpo, geralmente nos pés.

Diagnóstico do bicho geográfico

dermatologista, clínico geral ou infectologista são os médicos indicados para fazer o diagnóstico da doença do bicho geográfico.

São levados em conta os sintomas do paciente, a presença das linhas sob a pele, ter estado em locais com terra ou areia nos últimos 30 dias também são fatores determinantes para o médico diagnosticar bicho geográfico.

Tratamento para bicho geográfico

Normalmente, a infecção some sem nenhum tratamento no decorrer de algumas semanas. Nesses casos mais simples, o tratamento é utilizado para aliviar os sintomas e prevenir que surjam outras infecções no corpo do paciente.

Quando necessário, o tratamento para bicho geográfico é realizado com medicamentos antiparasitários que possuam ação contra vermes helmintos.

Prevenção do bicho geográfico

A melhor forma de se prevenir contra a infecção causada pelo bicho geográfico é evitar ficar descalço em locais que tenham terra, areia e a presença de animais.

Por isso, é importante recolher as fezes dos animais durante os passeios e descartar em locais adequados. Também recomenda-se usar uma esteira ou toalha para forrar o chão de parques, praias, etc.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.