Círio de Nazaré

O Círio de Nazaré é uma das festas religiosas mais famosas do país.

0

O Círio de Nazaré é uma manifestação religiosa católica que visa homenagear Nossa Senhora de Nazaré.

Ocorre todos os anos no mês de outubro, na cidade de Belém, capital do Pará. Essa procissão reúne cerca de 2 milhões de pessoas que acompanham a imagem da Santa que é levada da Basílica até a Praça do Santuário de Nazaré.

História do Círio de Nazaré

A história do Círio de Nazaré tem seu início em 1700, após Plácido José de Souza encontrar a imagem da santa próxima a um igarapé, envolta de lodo e lama, na cidade de Belém.

Ao levar a imagem para casa, no dia seguinte, ele percebeu que ela havia sumido. Retornou ao igarapé e lá a encontrou.

Levou-a novamente para casa, e o mesmo episódio ocorreu. Ao repetir essa ação várias vezes – ir ao rio, levar a imagem para casa e a mesma retornar ao rio sem o auxílio de ninguém -, começou-se a espalhar a notícia de que a imagem era milagrosa.

Com isso, Plácido compreendeu que o local da imagem era onde ele havia a visto pela primeira vez, próxima ao igarapé. Sendo assim, lá ele construiu uma pequena capela para a santa.

Muitas pessoas que conheciam a história, passavam pelo local para adorar a imagem. Algumas deixavam esculturas de cera, velas e outras ofertas.

Com o passar do tempo, a pequena capela construída por Plácido recebia cada vez mais devotos, até que foram construídas três capelas maiores.

A necessidade de aumentar a estrutura da capela desencadeou na construção da grandiosa Basílica Santuário, em Belém.

Círio de Nazaré
Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré

Há quem acredite que essa imagem pertencia aos missionários jesuítas de Portugal.

Em 1773, Dom Frei João Evangelista Pereira enviou a santa para restauração em Portugal e requisitou à Dona Maria I, então rainha portuguesa, e ao Papa Pio IV uma autorização para que a santa fosse homenageada em uma festividade.

A permissão foi concedida somente em 1790, mas chegou ao país em 1792.

Primeiro Círio de Nazaré

Em 1792, Francisco de Souza Coutinho, capitão-geral do estado do Grão-Pará e Rio Negro, visitou a capela construída para Nossa Senhora de Nazaré e ficou comovido com a quantidade de pessoas que iam ao local adorar a santa.

Com isso, visando chamar a atenção dos habitantes do estado para a cidade de Belém, ele pediu autorização a Portugal para organizar uma feira de produtos agrícolas.

No entanto, o capitão adoeceu antes que o evento ocorresse. Com medo do seu projeto não ser colocado em prática, Francisco de Souza prometeu que se fosse curado, celebraria uma missa e conduziria a imagem até a capela.

Quando se curou, ele cumpriu a promessa e assim aconteceu o primeiro Círio de Nazaré, em 8 de setembro de 1793.

Principais romarias oficiais do Círio de Nazaré

O Círio de Nazaré é uma celebração religiosa que envolve algumas subdivisões. Com isso, selecionamos as principais romarias do Círio de Nazaré:

Traslado

É o primeiro passo do percurso percorrido pela santa. Ela é levada em um automóvel da Basílica até a Igreja de Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua.

Círio de Nazaré

Romaria rodoviária

Depois de passar a noite em vigília acompanhada de devotos, a santa vai para a Vila de Icoaraci, em Belém.

Romaria fluvial

Na romaria fluvial, a santa segue de barco até o cais do porto de Belém, acompanhada por veículos aquáticos que se enfeitam para prestar homenagem à Nossa Senhora de Nazaré.

Círio de Nazaré

Motorromaria

Após o Círio Fluvial, ocorre a motorromaria, em que a imagem da santa é levada da Estação das Docas até o Colégio Gentil Bittencourt, seguida por milhares de motos que se locomovem buzinando.

Círio de Nazaré

Trasladação

É uma procissão que ocorre uma noite antes do Círio. Durante o cortejo, a imagem é levada por uma berlinda atrelada a uma corda de 400 metros.

Conduzida por pessoas, a imagem é carregada, sem o auxílio de nenhum automóvel, do Colégio Gentil Bittencourt à Catedral da Sé.

Círio de Nazaré

Procissão do Círio de Nazaré

A procissão do Círio de Nazaré conta com a participação de mais de 2 milhões de devotos que acompanham o cortejo que vai da Catedral da Sé até a Basílica de Nazaré. Este momento é visto como o principal momento do Círio.

Ele é iniciado com uma missa e depois a santa é levada pelo arcebispo até a berlinda, onde ela permanece até chegar à Basílica.

Muitos fiéis percorrem o trajeto apoiados na corda, formando um cordão humano.

Círio de Nazaré

Durante a procissão, é comum se deparar com devotos descalços carregando crucifixos ou outros objetos como forma de agradecimento.

Ao fim, Nossa Senhora de Nazaré fica exposta na Praça do Santuária por uma semana.

Recírio

É uma procissão de despedida que acontece 15 dias após o Círio. O ritual inicia-se com uma missa e termina com o arcebispo erguendo a imagem de Nossa Senhora de Nazaré na direção dos fiéis com o intuito de abençoá-los.

Ao fim, a imagem da santa é colocada dentro de uma redoma de cristal no altar da Basílica Santuário e lá fica até o Círio do próximo ano.

Símbolos do Círio de Nazaré

Selecionamos alguns símbolos do Círio de Nazaré:

Berlinda

Berlinda é um pequeno oratório onde é transportada a imagem de Nossa Senhora de Nazaré durante o Círio.

Círio de Nazaré

Manto de Nossa Senhora

O manto de Nossa Senhora é um dos símbolos mais importantes. Já foi confeccionado por diversas pessoas, incluindo estilistas renomados.

Círio de Nazaré
Manto de Nossa Senhora de Nazaré, de 2019.

Corda

A corda é um símbolo usado tanto na Trasladação quanto na Procissão do Círio. Utilizada pela primeira vez em 1885, sua função era puxar a berlinda que havia atolado após uma forte chuva. A partir de então, ela se tornou um elemento integrante do ritual religioso.

Ela possui 400 metros de comprimento e 700 kg. Fixa na berlinda, a corda geralmente é alvo de disputa pelos peregrinos que anseiam percorrer o trajeto a segurando.

Carros de promessas

O carro de promessas concentra os bens que foram alcançados (velas, esculturas, casas e barcos em miniatura, entre outros).

Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré

Arraial de Nazaré

É uma tradição que teve início desde 1793. No entanto, nessa época, era uma feira de produtos agrícolas.

Atualmente, o Arraial de Nazaré ocorre com a presença de brinquedos e barracas que comercializam artesanato, comidas típicas e outros produtos.

Círio de Nazaré

Características do Círio de Nazaré

Vejamos algumas características do Círio de Nazaré:

  • Culinária com preparo da maniçoba;
  • Pratos tradicionais ganham destaque, como o pato no tucupi;
  • Ruas e casas são enfeitadas.

Curiosidades sobre o Círio de Nazaré

Selecionamos algumas curiosidades sobre o Círio de Nazaré:

  • Em 2004, o Círio de Nazaré se tornou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial.
  • O Círio mais antigo do país é o que ocorreu na cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro, em 1630.
  • Em 2013, o Círio de Nazaré foi nomeado Patrimônio Cultural da Humanidade.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.