Oh là là ! 18 Comidas típicas da França de dar água na boca

Comparada à obras de arte, além de ser o pilar da gastronomia mundial, a cozinha francesa influência até hoje o consumo de alimentos redor do globo.

0

Que a culinária francesa é referência mundial, todo mundo já sabe não é mesmo? Agora, o que boa parte das pessoas desconhece é que apesar dos nomes difíceis, as comidas típicas da França são super fáceis e simples de serem preparadas. 

A cozinha francesa pode ser definida em uma única palavra: tradição. Considerada o berço da gastronomia moderna, o movimento da Nouvelle Cuisine (cozinha nova) a partir da década de 70 trouxe ainda mais sofisticação e leveza aos pratos, que de forma alguma perderam a essência secular característica dos seus preparos.

Impossível colocar em uma lista, você é nosso convidado a descobrir alguns dos pratos mais típicos da França e ficar com água na boca a cada imagem.

Comidas Típicas da França

Dentre os clássicos da cozinha francesa, podemos destacar:

1 Ratatouille

Ratatouille

Sim, você não leu errado. O ratatouille é, além de um personagem de um filme da Disney, um prato muito típico na França. É uma receita bastante antiga e pode ser servida como acompanhamento ou prato principal, tanto quente como fria. 

Rústica, a iguaria consiste em uma mistura de legumes cozidos ao molho de tomate, ervas e muito azeite. 

2 Quiche Lorraine

Quiche Lorraine

A palavra quiche tem origem alemã (Küchen) e significa torta. Durante uma batalha contra os alemães na região da Lorraine, os franceses derrotaram os inimigos e reconquistaram o território perdido.

Em homenagem à vitória, batizou-se a receita de quiche alemão de Quiche Lorraine. Para quem quiser experimentar essa delícia, saiba que ela como ingredientes principais bacon e queijo, creme de leite e noz moscada.

3 Steak Au Poivre

Steak Au Poivre

Se você me disser um prato parisiense mais clássico que o steak au poivre, eu diria que isso seria impossível. Figurinha carimbada em praticamente todos os bistrôs e restaurantes da França, especialmente em Paris, o prato cai como uma luva para os ávidos fãs de carne. 

No entanto, sua receita é bem simples: é basicamente a peça da carne, batatas assadas ou fritas e molho à base de pimenta (poivre). Esse último é o que torna o steak au poivre digno do sucesso que tem.

4 Croque Madame/Croque Monsieur

Croque Madame/Croque Monsieur

Monsieur e Madame. Senhor e Senhora. Esse típico lanche francês é muito parecido com o “bauru” brasileiro. 

Nele, coloca-se bastante queijo do tipo gruyère entre duas fatias de pão de forma ou brioche. Por cima, manteiga e molho bechamel (branco). Na versão madame, acrescenta-se presunto e finaliza-se com um delicioso ovo de gema mole por cima. 

Surgido na Paris do século 19, o prato vale por uma refeição inteira.

5 Coq au Vin

Coq au Vin

Se você considera nossa feijoada antiga, reveja seus conceitos quando o assunto é esse prato. Segundos dados históricos, a comida foi criada para agradar o imperador romano Júlio César, em homenagem à sua conquista da região da Gália.

A receita original levava carne de galo (coq) em idade avançada com molho feito à base de vinho (vin). 

6 Steak Tartare

Steak Tartare

Falar de comidas típicas francesas sem citar o steak tartare chega a ser um crime. O clássico francês é um prato preparado com carne crua e bem picada, chegando a virar uma pasta. 

Acrescenta-se à receita especiarias, limão, gema de ovo cru, além de mostarda e pimenta. Pode parecer estranho à primeira garfada, mas torna-se uma explosão de sabores quando entende-se a proposta do prato. 

7 Bouef Bourguignon

Bouef Bourguignon

Extremamente popular e conhecido na França, o prato tem origem na região da Borgonha, leste do país.

Assim como a grande maioria dos clássicos franceses, a receita do bouef bourguignon necessita de uma porção de carne de preço acessível, cogumelos, cebola, cenoura, sal, pimenta e vinho para servir como base de molho. 

Basta colocar tudo em uma panela, deixar reduzir e pronto!

8 Soup à L’onion

Soup à L’onion

Incrivelmente famoso na França, esse clássico foi declarado como Patrimônio Imaterial pela Unesco. Historicamente falando, o prato era a entrada preferida do rei Luís XVI, sendo servida em quase todos os banquetes.

O criador da receita, François Pierre La Varenne, é autor de outros quatro livros relacionados à culinária francesa, e todos muito influentes no ramo da gastronomia.

Em muitos lugares, após o preparo da sopa, coloca-se uma massa folhada sobre o ramekin (pote de cerâmica onde o prato é servido). Por fim, é só levar ao forno até a massa estufar e cozinhar ainda mais a sopa. Inigualável!

9 Cassoulet

Cassoulet

A história do cassoulet remete à Guerra dos Cem anos (1337-1453). Durante as batalhas, a população da época encontrou na mistura de todos os alimentos que tinham disponível, como carne de porco, feijão, bacon, salsicha, a solução para nutrir e alimentar os soldados de guerra. 

Os ingredientes eram colocados em uma panela (cassoulet), temperados e cozidos numa espécie de ensopado. Hoje em dia, a receita se parece muito com a feijoada brasileira, sendo preparada com feijões brancos, carnes de diversos tipos e temperos. 

10 Soufflé au fromage

Soufflé au fromage

De comer rezando, o soufflé de queijo é extremamente saboroso. Apesar dos ingredientes simples, clara de ovo, queijo, farinha, manteiga e sal, o segredo da receita está na mistura e aeração dos ingredientes.

Quando incorporada, a clara de ovo deve trazer leveza e sustentação à massa para que ela derreta na boca. 

11 Bouillabaisse

Bouillabaisse

Apesar do nome difícil, o bouillabaisse consiste numa sopa de peixe. Com origem na cidade de Marselha, região localizada na costa do Mediterrâneo, a receita surgiu do hábito de pescadores em jogar os peixes que não conseguiram vender ou danificados em água fervente. 

Foram sendo acrescentados legumes e verduras para dar mais consistência e sabor ao prato. 

12 Petit Gâteau

Petit Gâteau

Essa receita é amada, conhecida e bastante consumida por pessoas do mundo inteiro, inclusive sendo muito popular entre os brasileiros. A sobremesa consiste em um bolo de chocolate mal passado, em que a parte de dentro tem consistência cremosa. 

Normalmente, é servido acompanhado de sorvete de baunilha e chantilly.

13 Creme Brûlée

Creme Brûlée

Em tradução livre, creme brûlée quer dizer “creme queimado”. Sua receita consiste no preparo de um creme à base de ovos, leite, fava de baunilha e coberto com uma deliciosa cobertura de açúcar queimado. No Brasil, outro ingrediente foi incorporado à clássica receita francesa: o leite condensado.

14 Croissant

Croissant

É um tipo de massa folhada abarrotada com manteiga e os mais diversos tipos de recheio. Era inicialmente preparado com massa de pão comum, tendo sido modificada e aprimorada por padeiros parisienses no início do século 20.

15 Macarons

Macarons

Os deliciosos (e caros) macarons são os famosos biscoitos recheados à base de farinha de amêndoas. Apesar de ser considerado um clássico francês, o doce foi introduzido no país pela rainha italiana Catarina di Médici. 

Ganhou popularidade quando freiras carmelitas de Nancy descobriram a receita e começaram a reproduzi-la em grande quantidade. 

Inicialmente, a sobremesa consistia apenas no biscoito, sendo Pierre Desfontaines, no século XX, o responsável por adicionar recheio a essas jóias da gastronomia.

16 Crepe Suzette

Crepe Suzette

A história sobre o surgimento do prato é um tanto quanto inusitada. Acredita-se que a receita teria sido criado por Henri Carpentier, um garoto de 14 anos que errou o preparo de panquecas doces para o príncipe de Gales, Eduardo VII, em 1895.

Hoje em dia, é servido com recheio de creme de avelã e como cobertura, calda de laranja.

17 Madeleine

Madeleine

Eternizado na obra Em Busca do Tempo Perdido de Marcel Proust, o bolinho amanteigado em formato de concha é viciante logo após a primeira mordida.

Presente em praticamente todas as confeitarias francesas, especialmente nas de Paris, a receita é simples: manteiga sem sal, ovos, farinha de trigo, açúcar, mel e raspas de limão. 

O diferencial está na delicada forma de concha que dá um charme à receita.

18 Paris Brest

Paris Brest

A sobremesa é uma criação inspirada na famosa competição de bicicleta entre paris e Brest: Paris x Brest x Paris. A receita tem como base a clássica massa choux (pâte à choux) francesa recheada com creme pâtissier e salpicado com raspas de amêndoas.  

Uma curiosidade sobre o doce é que seu formato remete (propositalmente) à uma roda de bicicleta. Os tamanhos variam, indo de 30 a 50 centímetros.

Veja também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.