Veja como o iFood investe no ensino dos entregadores

Aplicativo disponibiliza uma série de bolsas de estudos para colaboradores.

Recentemente, através de um programa chamado “Meu Diploma do Ensino Médio”, o iFood abriu vagas para mais de 700 bolsas de estudo para os colaboradores do aplicativo. Através delas, a empresa tem como objetivo ajudar entregadores que não concluíram o ensino fundamental ou ensino médio. Dessa forma, eles podem se preparar para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA).

Leia mais: Banco libera 1.000 bolsas de estudo para curso de desenvolvedor

Como as bolsas são ofertadas?

Com inscrições até 6 de maio, as bolsas são oferecidas através de uma parceria com a plataforma de estudos Descomplica. Para se candidatar, os entregadores devem ter mais de 18 anos e ensino regular incompleto. Além disso, existem cotas e incentivos para pessoas autodeclaradas pretas ou pardas, além de mulheres e entregadores que utilizam a bicicleta como principal ferramenta de trabalho.

Assim, os interessados que cumprirem os requisitos devem se inscrever no site “Meu Diploma do Ensino Médio”, onde terão que preencher os dados necessários, como número de telefone, endereço residencial, e-mail e documento de identidade. Após completar as informações, os candidatos selecionados serão chamados por e-mail e WhatsApp.

Qual é objetivo das aulas?

Segundo o iFood, o objetivo da iniciativa é expandir o acesso dos brasileiros à educação através da internet. Por conta disso, com a parceria com o Descomplica, devem impactar diretamente um número abrangente de pessoas, especialmente aquelas com uma certa vulnerabilidade social.

Assim, as aulas aparecem como uma excelente opção para aqueles trabalhadores que buscam retomar os estudos. Além disso, é uma ótima oportunidade para os entregadores que pretendem se reinserir no mercado de trabalho, especialmente em atividades que exigem o ensino médio completo.

Onde assistir às aulas?

Para aqueles que estão na correria do dia a dia, as aulas serão 100% online, e poderão ser assistidas a qualquer hora e lugar. Segundo o iFood, aqueles alunos que atingirem a meta de 2,5 horas de estudo diariamente, durante os três meses do preparatório, poderão conseguir uma boa base de conteúdo para ir bem no ENCCEJA 2022.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More