Diabetes tipo 2 – O que é, causas, sintomas, tratamentos, dieta, tem cura?

O diabetes tipo 2 é uma doença crônica que está relacionada com o açúcar no sangue. Saiba suas causas, sintomas, tratamentos e prevenção.

0

O diabetes tipo 2 é o excesso crônico de açúcar no sangue. A doença afeta a metabolização da glicose, que é a principal fonte de energia do corpo. O indivíduo com a doença pode ter maior resistência aos efeitos da insulina (hormônio que regula o açúcar nas células).

Cerca de 90% dos casos de diabetes no Brasil são do tipo 2 e sua frequência maior é em adultos. Os sintomas só aparecem anos depois da doença ser instalada no corpo.

É importante que, após o diagnóstico, seja realizado o tratamento, pois a diabetes tipo 2 pode ser fatal.

Causas do diabetes tipo 2

O diabetes tipo 2 é causada pela resistência do corpo à insulina. Além disso, a pessoa com diabetes tipo 2 pode não produzir insulina suficiente para o ritmo do corpo. Logo, o hormônio não consegue cumprir seu papel e o açúcar se acumula no sangue.

Apesar disso, as causas da doença estão totalmente ligadas ao estilo de vida ou ao histórico da pessoa. Por isso, algumas causas são:

  • Acúmulo de gordura abdominal;
  • Excesso de peso;
  • Sedentarismo;
  • Pressão alta;
  • Mulheres que tiveram bebês com mais de 4 quilos ou diabetes gestacional;
  • Predisposição genética;
  • Dieta desregulada;
  • Síndrome do ovário policístico;
  • Acima de 45 anos.

Sintomas do diabetes tipo 2

Os sintomas de diabetes tipo 2 só começam a se manifestar após anos de instalação da doença. Por isso, é chamada de doença silenciosa. Os sintomas só aparecem quando já está em um nível bem alto. Estes são:

  • Boca seca;
  • Sede constante;
  • Perda de peso;
  • Vontade constante de urinar;
  • Feridas que demoram cicatrizar;
  • Cansaço frequente;
  • Formigamentos em pernas e pés.

Tratamentos

A primeira parte do tratamento é uma reeducação no estilo de vida do paciente, com a inclusão de uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos. Uma orientação geral é tomar cuidado com as fontes de carboidratos e gorduras.

Em relação à dieta, é recomendável o consumo de alimentos integrais, ricos em fibra, pois ajudam a reduzir a velocidade em que a glicose é liberada no sangue. Tome cuidado com alimentos diet, veja se o nutriente retirado do produto foi mesmo o açúcar.

Alguns medicamentos também são recomendados pelo médico, além do uso de insulina, que são injeções que servem para repor a falta de insulina no corpo.

A medição de glicemia também deve ser realizada através do glicosímetro ou com sensores que são instalados no braço da pessoa. A frequência desses exames vai de acordo com a estabilidade da doença.

Prevenção

A prevenção do diabetes tipo 2 depende da genética e qualidade de vida da pessoa. A obesidade, por exemplo, é uma das maiores causas. Esta pode ser gerada por falta de exercícios físicos e alimentação saudável. O aumento do peso faz dificulta o trabalho da insulina no corpo.

Apesar de a maioria dos casos serem registrados em adultos, a doença também pode ser manifestada em crianças. Por isso, os pais devem estar atentos com o estilo de vida dos pequenos.

É importante tomar cuidado com a gordura abdominal, pois os médicos a relacionam com a síndrome metabólica, que envolve hipertensão, excesso de triglicérides e pouco colesterol bom. Tudo isso é capaz de interferir na forma como a insulina trabalha.

Outro fator que é necessário tomar cuidado, é com o sedentarismo, pois, junto com uma alimentação totalmente desregulada pode ocasionar em casos de diabetes tipo 2.

Conteúdo relacionado:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.