Dinâmicas para pais e filhos na escola

Dinâmicas entre pais e filhos podem melhorar a comunicação, a confiança, a relação familiar e o afeto.

0

O laço afetivo entre pais e filhos deve ser construído e fortalecido diariamente. É uma atividade fundamental para o crescimento social saudável das crianças.

Para estabelecer conexões mais duradouras e profundas com os filhos, escolas costumam trabalhar o vínculo entre pais e filhos por meio de dinâmicas e atividades lúdicas, principalmente na educação infantil.

Pensando nisso, listamos uma série de dinâmicas para pais e filhos na escola:

1 Letra mágica

Devem ser sorteadas todas as letras do alfabeto para que todas as crianças peguem uma delas. Cada uma terá sua vez para recitar uma frase em que todas as palavras comecem pela letra escolhida. Serão eliminados aqueles que se enganarem ou não falarem nada.

2 Corrida de canguru

Divididos em duas equipes (uma de pais outra de filhos), os presentes formam filas indianas. Ao sinal da largada, a criança do início da fila coloca uma bola entre os joelhos e sai, saltando até uma linha de chegada, e retorna para entregar a bola ao participante seguinte. O primeiro time a completar o percurso será o vencedor.

3 Corrida de três pernas

Corrida de três pernas

Deverão ser divididos dois times, sendo que cada pai ficará com seu filho, na mesma equipe. Em pares, pai e filho amarram sua perna direita à perna esquerda do outro. Dada a largada, os primeiros da fila têm que correr, cruzar a linha de chegada, voltar e tocar a próxima dupla e assim por diante.

4 Costas com costas

Um participante é nomeado o “perseguidor”, enquanto os demais devem se dividir em duplas (pais e filhos) e ficar um de costas para o outro e com os braços enganchados. Ao sinal do perseguidor, todas as duplas devem se desfazer e procurar novos parceiros. Quem sobrar é o novo perseguidor.

5 Complete o desenho

Em uma cartolina, o primeiro da roda deve fazer um traço qualquer. Depois o papel será passado para o jogador ao lado, que também completa o desenho e, assim, sucessivamente. Após ter passado para a roda toda, a pessoa que começou a desenhar deve explicar o que é o desenho terminado.

6 Desfazendo o nó

Pais e filhos fazem uma roda, enquanto um participante se afasta dos demais. Nesse momento, o grupo faz uma roda de mãos dadas. Depois, devem se enlaçar, sem largarem as mãos, com acrobacia, passando por baixo ou por cima das pernas e braços, de modo a formar um nó. O participante afastado deve voltar e tentar desfazer o nó até que a roda volte à posição original.

7 Carrinho de mão

Dada a largada, pais e filhos saem em equipe, com a criança no chão, com os braços estendidos, enquanto o adulto levanta suas pernas e empurra, como se fosse um carrinho de mão. A primeira dupla que chegar na linha de chegada vence.

8 Casas de cartas

Em até 10 minutos, várias duplas de pais e filhos devem juntar duas cartas e equilibrá-las de modo a criar um formato piramidal. No momento em que fazem vários triângulos, é possível l colocar uma carta na horizontal acima de dois triângulos e, assim, formar a base para o segundo andar. A ideia é formar um castelo. Ao final do tempo, a equipe que estiver com as peças que mais se assemelham a um castelo, vence.

9 História com objetos

Essa dinâmica aguçará a criatividade de muitos.Os pequenos e os adultos devem sentar em roda e cada um deverá escolher três objetos para o participante ao lado. Esse participante deverá usar sua criatividade para criar uma história usando o nome dos objetos em mãos. Depois é só trocar os objetos e passar para o próximo participante.

10 Brincando com rima

Reunidos em uma roda, pais e filhos iniciam a brincadeira com um participante dizendo uma frase. O jogador ao lado deve deve continuar o conto com uma frase que rime com a primeira e assim sucessivamente. Não é necessário que a história faça sentido, somente devem rimar.

Veja também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.