Enem 2020 – Enem digital ou impresso, qual escolher no ato da inscrição?

Enem 2020 surge com a novidade de prova digitalizada. Veja a seguir o que considerar para escolher o Enem impresso ou Enem digital no ato da inscrição!

0

As inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 seguem abertas até o dia 22 de maio, mesmo diante das tentativas de mudança no calendário ou até mesmo na suspensão das provas. Nesse cenário, eis que surge uma dúvida no preenchimento do formulário: qual das modalidades disponíveis escolher — Enem impresso ou Enem digital?

Em 2019, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou a novidade para o exame em 2020, com a possibilidade de fazê-lo no formato digital. A princípio, muitos participantes gostaram da ideia, mas ainda assim alguns possuem dúvidas e incertezas quanto ao modelo.

Os principais questionamentos são em torno das vantagens e desvantagens de um tipo de prova em detrimento da outra, assim como quais fatores devem ser considerados para selecionar a opção.

Confira a seguir alguns aspectos sobre o Enem 2020 a se avaliar antes de optar por qualquer um dos dois tipos de provas.

O que muda?

Em relação à composição da prova não há nenhuma diferença, somente quanto ao formato. O estudante que escolher fazer o Enem digital também irá responder a 180 questões e preencher o gabarito, mas tudo pelo computador.

No caso da localização, todos os testes serão realizados nos laboratórios de informática das universidades. Os dados serão disponibilizados na liberação do local de prova, junto ao cartão de confirmação a ser impresso pelos alunos, como de costume.

Estrutura das provas

O processo seletivo conta com 180 questões, divididas em duas datas. No primeiro dia, o teste terá a duração de 5 horas e 30 minutos, enquanto no segundo dia serão 5 horas.

As áreas contempladas no exame são Linguagens, códigos e suas tecnologias (45); Ciências humanas e suas tecnologias (45); Ciências da natureza e suas tecnologias (45); Matemática (45); Redação.

Data das provas

O Enem impresso será realizado nos dias 1 e 8 de novembro de 2020:

  • 1 de novembro: Linguagens, códigos e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Redação
  • 8 de novembro: Ciências da natureza e suas tecnologias; Matemática

O Enem digital terá aplicação nos dias 22 e 29 de novembro de 2020:

  • 22 de novembro: Linguagens, códigos e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias; Redação (essa será feita em papel impresso)
  • 29 de novembro: Ciências da natureza e suas tecnologias; Matemática

O que colocar na balança?

Por se tratar de uma novidade, consequentemente, ela causa medo. Diante disso, tenha calma e avalie bem todos os pontos antes de selecionar qual tipo de prova fazer.

Dois fatores principais, talvez os mais importantes a ser colocados na balança, é o costume e adaptação. É preciso se atentar que serão horas na frente do computador respondendo questões e que se não estiver acostumado pode comprometer a sua tão sonhada aprovação.

Agora, se você já tem certeza que sente dores de cabeça, nos olhos e nas costas ao permanecer muito tempo em uma posição em frente às telas, fuja da opção digitalizada.

Mas caso tenha se arrependido de marcar o Enem digital, não se preocupe por não poder alterar. Ainda está em tempo de se preparar, basta fazer muitos simulados on-line, assistir a videoaulas e com o tempo se adaptará à modalidade.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.