Tudo sobre Esgrima – Origem, história, regras e equipamentos

Saiba tudo sobre um dos esportes mais antigos do ocidente, praticado desde a primeira olimpíada da era moderna.

0

A esgrima é um dos poucos esportes olímpicos que está presentes na competição desde a primeira Olimpíada da era moderna, em 1896. Pode ser praticado por homens e mulheres, em três modalidades com regras distintas: espada, sabre e florete.

Origem e história da Esgrima

Apesar de ter origens mais longínquas, os primeiros registros da prática esgrima enquanto esporte foram feitos na Europa, no do século XVI.

Os historiadores apontam, através de gravuras da época, que na Grécia Antiga e entre os povos egípcios a prática da esgrima já era feita nestes períodos. Por muitos anos, antes de ser considerada um esporte, o combate com espadas já era comum, principalmente durante a Idade Média.

As primeiras escolas de esgrima surgiram na França. Nessa época, as técnicas foram aprimoradas e novos golpes foram criados. Além disso, havia muitas discussões a respeito de qual seriam as melhores armas para a prática.

Esporte Esgrima

Assim, a esgrima começou a se desenvolver enquanto atividade esportiva. Os equipamentos de segurança foram aperfeiçoados e os ferimentos que antes sinalizavam vitória, foram substituídos pela arbitragem.

No Brasil, a prática do esporte está diretamente associada à época do Império. A modalidade era comum em meio às tropas imperiais, por isso, em 1858, ela foi introduzida na Escola Militar.

Em 1913 foi fundada a Federação Internacional de Esgrima, ocasião em que foram efetivadas as regras da competição. O primeiro campeonato mundial da modalidade aconteceu em Paris, em 1921.

A União Brasileira de Esgrima por sua vez, foi fundada um pouco depois, em 1927.

Atualmente, alguns dos países que mais se destacam na prática de esgrima são a Coreia do Sul, Itália, Rússia, Hungria e França.

Armas

As competições de esgrima podem ser feitas utilizando três tipos de armas, ou seja, três modalidades distintas, sendo que o uso de cada uma delas é regulamentado por normas distintas. Conheça as principais características de cada uma delas.

Sabre: mede 88 centímetros e pesa 770 gramas. Entre todas, é a arma mais flexível, tanto que, quando é agitada com força adquire forma semelhante a um chicote. Por conta dessa característica, as competições da modalidade são muito rápidas e muita exigem destreza e bom preparo físico;

Esgrima Sabre

Florete: mede 90 centímetros e pesa 500 gramas. É a mais comum de todas, por ser considerada uma arma versátil, flexível e leve;

Esgrima Florete

Espada: mede 90 centímetros e pesa 500 gramas. É uma arma mais rígida, que beneficia principalmente competidores mais altos, pois o toque de ataque pode ser feito em qualquer parte do corpo do adversário.

Esgrima Espada

Regras gerais e fundamentos da Esgrima

Assim como todos os tipos de esporte e competições, a esgrima tem fundamentos e regras. Veja abaixo quais são as principais.

  • Antes de baixarem as máscaras, os esgrimistas devem se cumprimentar usando as espadas, e em seguidas cumprimentar árbitro e auxiliares;
  • Ela é baseada no combate entre dois adversários onde objetivo é tocar primeiro o tronco do oponente com a ponta da arma;
  • Há supervisão de apenas um árbitro e este possui alguns auxiliares;
  • A disputa é feita em duas fases, uma classificatória e outra eliminatória;
    Classificatória: promovida entre todos os participantes da competição, até que um deles marque cinco pontos;
    Eliminatória: feita entre dois adversários. Uma luta tem a duração de três assaltos. Cada um tem duração de três minutos, e intervalo de um minuto entre eles;
  • Vence a disputa quem alcançar mais pontos primeiro;
  • No Florete e na Espada os toques válidos são aqueles feitos com a ponta da arma. No caso do sabre, um toque válido compreende toda a lâmina;
  • A pista de esgrima possui 14 metros de comprimento e dois metros de largura e é dividida em várias zonas;
  • As roupas dos competidores possuem sensores, o que possibilita que os pontos sejam computados de forma eletrônica;
  • Durante a luta, caso um competidor em posição de ataque perca a espada, o adversário poderá efetuar um toque, que terá validade. Entretanto, se ele estiver em posição de defesa e perder a arma, a luta é pausada e só é retomada quando ambos estiverem em posição de combate;
  • Se um dos combatentes sai da pista pela lateral, então ele é obrigado a recuar um metro, e só então poderá voltar a atacar.
  • Caso a fuga seja feita pelo fundo da pista, será creditado um ponto ao adversário.

Equipamentos de Esgrima

Para garantir a segurança dos praticantes do esporte, uma série de equipamentos, com regras específicas para cada um, são adotados.

Uniforme: para ter a segurança necessária, é feito de um material resistente, capaz de evitar eventuais machucados em todo o corpo. A cor mais usual para o uniforme é o branco.

Colete protetor: alguns competidores, além do uniforme, utilizam o colete protetor por baixo dele, que é feito de materiais mais rígidos.

Luvas: só é obrigatória para a mão com o qual o competidor vai empunhar a arma. Deve ir, no mínimo, até o meio do antebraço e ser almofadada.

Máscara: é feita de fios de aço, e tem como objetivo, além da proteção da cabeça, proteção do pescoço. Por isso, tem uma parte almofada, responsável por pela proteção de eventuais toques na região.

Tênis: deve ser leve e garantir, ao mesmo tempo, boa aderência e condições de mobilidade para o competidor.

Meias: complemento dos tênis, devem ir, pelo menos, até acima da altura dos joelhos.

Conheça detalhes de outros esportes:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.