Lista de exercícios sobre briófitas

Fixação de conteúdo de botânica, com ênfase nas briófitas!

0

As briófitas são plantas avasculares, ou seja, que não possuem vasos condutores. Elas vivem em ambientes úmidos, pois são dependentes de água para a reprodução sexuada.

Os musgos e hepáticas são os principais representantes desse grupo de plantas que também não possui sementes.

A equipe do Escola Educação preparou uma lista de exercícios sobre briófitas para que você possa testar seus conhecimentos sobre esse grupo.

Você pode consultar o gabarito e salvar essa lista em PDF no final do post! Aproveite!

Exercícios sobre briófitas

1) (PUC- RS) São vegetais que apresentam estruturas chamadas rizoides, as quais, servindo à fixação, também se relacionam à condução de água e dos sais minerais para o corpo da planta. Apresentam sempre pequeno porte, em decorrência da falta de um sistema vascular. Nenhum dos seus representantes é encontrado no meio marinho.

O texto acima se aplica a um estudo:

a) das pteridófitas.
b) dos mixofitos.
c) das briófitas.
d) das clorófitas.
e) das gimnospermas.

2) (FATEC-SP) Na maioria dos sistemas de classificação, o reino das plantas é dividido em dois filos denominados briófitas e traqueófitas. O filo das briófitas caracterizou-se por:

a) apresentar vaso condutor de seiva e não apresentar sementes.
b) não apresentar vaso condutor de seiva e apresentar sementes.
c) apresentar raiz, caule, folha e sementes.
d) apresentar raiz, caule, folha e não apresentar sementes.
e) não apresentar vaso condutor de seiva e não apresentar sementes.

3) (UNISC) Com relação às briófitas, é correto afirmar que são:

a) criptógamas vasculares, com gametófito haploide e independente do esporófito diploide.
b) criptógamas vasculares que apresentam esporófito diploide e independente do gametófito.
c) criptógamas avasculares, com esporófito haploide e independente do gametófito.
d) criptógamas avasculares, com esporófito diploide e dependente do gametófito haploide.
e) criptógamas avasculares, com esporófito diploide e de vida livre.

4) (FCC-BA) Os musgos que crescem nos muros úmidos são:

a) gametófitos de briófitas.
b) gametófitos de pteridófitas.
c) esporófitos de briófitas.
d) esporófitos de pteridófitas.
e) associação de algas e fungos.

5) (UFT) As briófitas são plantas avasculares de organização estrutural relativamente simples e apresentam alternância de gerações, na qual:

a) a geração diploide, denominada gametófito, constitui a parte dominante do seu ciclo de vida.
b) a geração haploide, denominada esporófito, constitui a parte dominante do seu ciclo de vida.
c) a geração haploide, denominada gametófito, constitui a parte dominante do seu ciclo de vida.
d) a geração diploide, denominada esporófito, constitui a parte dominante do seu ciclo de vida.
e) a geração haploide, denominada esporângio, constitui a parte dominante do seu ciclo de vida.

6) (UEPG) As briófitas são plantas que apresentam características de transição do ambiente aquático para o terrestre. Assinale o que for correto sobre este grupo.

01) As briófitas não possuem raízes e a absorção de água do meio ocorre diretamente através da superfície do corpo do gametófito em contato com o substrato, fixo por meio de rizoides.

02) As células epidérmicas das briófitas secretam, na superfície exposta ao ar, substâncias que formam uma película protetora e impermeabilizante.

04) Os anterozoides em contato com a oosfera originam um zigoto haploide (n), o qual desenvolve-se no anterídio, formando o gametófito (2n). Neste local, por meio da meiose, são produzidos e liberados os esporos diploides (2n).

08) Nos gametófitos, podemos encontrar os gametângios, localizados, muitas vezes, na parte apical do corpo da planta. Há a parte masculina, com anterídio, onde são formados os anterozoides, e a parte feminina, com arquegônio, onde é formada a oosfera.

16) Uma característica das briófitas, ligada ainda à dependência em relação à água, é a presença de gametas masculinos flagelados, os quais deslocam-se de modo eficiente em meio líquido.

7) (PUC-RS) Responda à questão preenchendo com V (verdadeiro) ou F (falso) os parênteses correspondentes às afirmativas sobre os musgos.

(  ) Pertencem ao grupo das briófitas.
(  ) São seres vivos heterotróficos absortivos.
(  ) São desprovidos de vasos condutores.
(  ) Preferem solos secos e frios.
(  ) São parentes das hepáticas.

A sequência correta, resultante do preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) F – F – V – V – V
b) F – V – F – V – F
c) V – F – V – F – V
d) V – V – F – V – V
e) V – V – V – F – F

8) (PUC-MG) São características das briófitas:

a) fase gametofítica dominante, esporófito dependente do gametófito, fecundação dependente da água.
b) fase esporofítica dominante, gametófito dependente do esporófito, fecundação dependente da água.
c) fase gametofítica dominante, esporófito independente do gametófito, fecundação independente da água.
d) fase esporofítica dominante, gametófito independente do esporófito, fecundação independente da água.
e) fase gametofítica dominante, esporófito reduzido a uma célula gamética, fecundação independente da água.

9) As briófitas são plantas que possuem pequeno porte. A característica que impede que essas plantas atinjam um tamanho maior é:

a) a ausência de vasos condutores de seiva.
b) a presença de rizoides.
c) a presença de filoides.
d) a ausência de frutos.
e) a ausência de flores.

10) (UEPB) Observe o esquema simplificado do ciclo de vida de um musgo. A partir da observação realizada e dos conhecimentos científicos sobre as briófitas, analise as proposições que seguem, colocando V (Verdadeira) ou F (Falsa).

(  ) As briófitas fixam-se ao substrato através de rizoides (I), sendo que estes têm também a função de absorção de água e sais minerais. Como as briófitas são avasculares, a distribuição dessas substâncias pelo corpo da planta se dá célula a célula, por difusão.

(  ) As briófitas apresentam alternância de gerações, isto é, geração haploide (II), formadora de gametas – fase gametofítica, que é sempre a mais desenvolvida, e geração diploide (III), formadora de esporo – fase esporofítica, que cresce sobre o gametófito, dependendo dele para sua nutrição.

(  ) A maioria das espécies de musgos tem sexos separados; o gametângio masculino (V) recebe o nome de arquegônio e o gametângio feminino (IV) recebe o nome de anterídio.

(  ) Em (VI) está representado o processo de eliminação dos esporos formados, por meiose, no interior da cápsula do esporófito, que corresponde, portanto, a um esporângio. Estes esporos, após a germinação, originarão gametófitos.

(  ) As briófitas dependem da água para a reprodução. A fecundação ocorre quando gotículas de água, ao atingirem o ápice do gametófito masculino, fazem com que os anterozoides sejam lançados para fora da planta, atingindo o ápice de uma planta feminina, nadem em direção à oosfera e, lá chegando, ocorre a fecundação. O embrião (VII) formado dará origem ao esporófito.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

a) V – F – V – V – F
b) F – F – V – V – F
c) V – F – F – V – V
d) V – F – F – F – V
e) F – V – F – V – V

Gabarito

1 — c
2 — e
3 — d
4 — a
5 — c

6 — 01, 02, 08, 16
7 — c
8 — a
9 — a
10 — e

Clique aqui para salvar essa lista de exercícios em PDF!

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.