Férmio – Elemento Químico Férmio (Fm)

O férmio é um elemento artificial, produzido em pequenas quantidades pelo bombardeamento de plutônio com nêutron.

0

Férmio Elemento Químico - SímboloO férmio (em homenagem a Enrico Fermi) é um elemento químico sintético, de símbolo Fm, número atômico 100 (100 prótons e 100 elétrons) com massa atômica [257] u, pertencente ao grupo dos actinídeos, que se localiza no grupo 3 e período 7 da Tabela Periódica.

O férmio é um elemento de aspecto metálico, radioativo, transurânico, preparado por síntese, de caráter radioativo, de cor branco-prateada ou acinzentada.

Seu isótopo mais estável, o férmio-257, possui uma meia vida de cerca de 10 dias. São conhecidos 10 isótopos com números de massa entre 243 e 258.

É produzido pelo bombardeamento de plutônio com nêutron.

Não é encontrado na natureza, sendo estudado em poucos laboratórios de investigação, de forma ponderada, já que sua elevada radioatividade requer cuidados especiais de manuseamento e técnicas apropriadas.

História

O nome do elemento foi dado em forma de uma homenagem ao físico italiano Enrico Fermi (1901-1954).

Sua descoberta se deu em 1952 em Argonne, Los Alamos, nos Estados Unidos da América, e na Universidade da Califórnia em Berkeley, também nos Estados Unidos da América, pelo cientista Albert Ghiorso e seus colaboradores associado às ruínas provocadas por uma explosão termonuclear que ocorreu no Pacífico.

O experimento teve origem a partir da combinação de urânio-238 e 17 neutrões.

Entre os resíduos da explosão teste da primeira bomba de hidrogênio, foi encontrado férmio. Este, foi originado a partir da junção de urânio-238 com 17 nêutrons em uma intensa temperatura e pressão que por sua vez ocorreu durante a explosão (oito decaimento betas acontecem durante a formação do elemento).

Primeira bomba de hidrogênio
Explosão da primeira bomba de hidrogênio.

O teste, acobertado publicamente em função das tensões da Guerra Fria, foi patrocinado pelo “Laboratório de Radiação da Universidade da Califórnia”, “Laboratório Nacional Argonne” e “Laboratório Científico de Los Álamos”

Propriedades

Como o elemento é produzido em mínimas quantidades,  houve uma certa dificuldade para que os pesquisadores determinassem as suas propriedades físicas e químicas, por isso se tem poucas informações sobre o mesmo, dentre elas:

  • Presume-se que o estado de oxidação parece existir em solução aquosa.
  • A partir de um intenso bombardeamento de nêutron sobre elementos mais leves (especialmente urânio e plutônio), sintetizam-se o férmio-254 e os isótopos mais pesados.
  • É o oitavo elemento transurânico.
  • Provavelmente é um sólido,de aspecto prateado.

Para que serve?

Fora da pesquisa básica nenhum uso ou aplicação para o férmio foi encontrado.

Isótopos

Simb % natural Massa Meia Vida Decaimento
251Fm 0 251,0816 5,3 h CE p/ 251Es
a p/ 247Cf
252Fm 0 252,0825 1,058 d a p/ 248Cf
FE
253Fm 0 253,0852 3 d CE p/ 253Es
a p/ 249Cf
254Fm 0 254,0869 3,24 h a p/ 250Cf
FE
255Fm 0 255,0900 20,1 h a p/ 251Cf
FE
256Fm 0 256,0918 2,63 h a p/ 252Cf
FE
257Fm 0 257,0951 100,5 d a p/ 253Cf
FE

Dados

Número atômico: 100;
Configuração eletrônica: 
[Rn]5f127s2
Número de massa do isótopo mais estável =
 257
Meia vida =
 10 dias. 
Massa atômica:
 (257,0) amu
Ponto de fusão: Desconhecido
Ponto de ebulição: Desconhecido
Número de prótons / Elétrons: 100
Número de nêutrons: 157
Densidade @ 293 K: Desconhecido
Cor: Desconhecido
Data da descoberta:
 1953
Descobridor: Argonne, Los Alamos, Universidade da Califórnia

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.