FIES em atraso: Veja como realizar o pagamento das parcelas pendentes

Existem algumas maneiras de regularizar os débitos em aberto do FIES. Veja agora quais são elas!

O Fundo de Financiamento Estudantil, mais conhecido como FIES, tem ajudado diversos estudantes pelo país que sonham em cursar o ensino superior em uma universidade privada, porém não possuem condições financeiras suficientes para arcar com os custos das mensalidades.

Leia mais: Saiba nova medida do governo para estudantes que devem ao FIES

Além disso, muitas vezes, a preferência por ingressar na rede privada está relacionada ao dia a dia do estudante, que geralmente, tem que conciliar o curso, estágio e trabalho. Embora seja pesada, essa rotina pode oferecer mais oportunidades ao estudante do que a carga horária regular de uma universidade federal.

Atraso do pagamento das parcelas

Durante o processo de graduação na qual o aluno está inscrito no programa, os custos com a faculdade são mínimos ou simbólicos. Isso se dá porque, dependendo do percentual do seu financiamento, o FIES pode arcar com 25% a 100% do valor do curso. No entanto, aquele que conseguiu o financiamento total, precisará pagar um valor fixo, a cada 3 meses, de R$ 50 até a tão sonhada formatura.

Ademais, após o período de carência, que geralmente é de um ano, o formando deve começar a pagar as parcelas do financiamento. Entretanto, isso não tem sido fácil nos últimos anos, uma vez que o mercado de trabalho foi afetado pela pandemia da Covid-19, assim, deixando muitos cidadãos desempregados e, por consequência, sem renda.

Todavia, logo que a situação financeira seja restaurada, existem algumas maneiras de regularizar os débitos do FIES. Se o atraso ocorrer na primeira via, é só atualizar o boleto e pagá-lo dentro do novo prazo. Para isso, basta gerar uma segunda via da guia de pagamento.

Porém é válido lembrar que, se o atraso do pagamento do financiamento ocorrer durante a graduação do estudante, é necessário ter atenção, pois os débitos podem gerar consequências negativas na conclusão do curso. Por outro lado, se o atraso acontecer depois da formatura, a multa pode chegar a R$ 50 por dia. Com isso, é sempre importante conferir se existe alguma pendência.

Regularizando o FIES em atraso

Para isso, o processo é rápido, fácil e seguro. É só acessar o site da Caixa Econômica Federal, clicar na aba “FIES” e logo em seguida em “Contrato FIES”. Na sequência irá aparecer a opção “Boleto em aberto”, onde o aluno poderá gerar uma segunda via do boleto e realizar o pagamento.

Gostaria de ver mais conteúdos como este sobre o FIES em atraso? Basta clicar aqui!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More