Jovens de alta habilidade irão ganhar suplementação escolar no RJ

Devido à pandemia, que forçou a população a manter o isolamento social, o ensino nas escolas teve de se reinventar. Saiba como.

Foram quase dois anos com aulas à distância e nem todos os estudantes tiveram acesso à tecnologia para estudar. Devido a estes percalços, muitos jovens acabaram ficando atrasados ou com o aprendizado comprometido.

Leia também: Bolsa de R$ 900 para estudantes: Entenda como funciona o Programa de Bolsa Permanência

Pensando nisso, o Alicerce Educação, o Instituto Apontar e o Instituto Virgolim criaram um projeto de suplementação escolar para o turno inverso. O projeto terá investimento da Stone e é direcionado para estudantes do sexto ao oitavo ano com altas habilidades.

“Há mais de 15 anos trabalhamos em conjunto com a Secretaria de Educação do município do Rio com o objetivo de atender alunos com altas habilidades. Este projeto é a expansão para outras áreas da cidade que não vinham sendo atendidas”, disse a diretora do instituto Apontar, Ciça Melo. Ela também acrescenta que os jovens e seus familiares terão acompanhamento psicossocial com equipes especializadas.

Como funciona?

A seleção destes alunos será por meio de mapeamento das escolas públicas do Rio de Janeiro. Logo após, serão criados 11 polos educacionais, de acordo com cada Coordenadoria Regional de Educação, e mais 60 escolas próximas. Ao todo, serão 250 alunos selecionados.

No turno inverso, os alunos terão 3 horas/dia de aula com atividades de suplementação, aulas com profissionais de diversas áreas de atuação e até debate sobre assuntos polêmicos para o desenvolvimento de pensamento crítico.

Os institutos visam desenvolver ainda mais estes alunos que têm habilidades acima da média, para incentivar a evolução dos mesmos. É o que diz o presidente da Stone, Augusto Lins. “A Stone apoia o projeto porque entende que ele contribui para a formação de jovens fortalecidos acadêmica e socialmente, pessoas que poderão se tornar futuros líderes e irão contribuir com a redução de desigualdades e a promoção de uma maior inclusão social”, destaca.

Os planos são que, no futuro o projeto consiga abranger todos os jovens de alta habilidade do munícipio.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More