Nihônio – Elemento Químico Nihônio (Nh)

O pequeno tempo de desintegração radioativa do nihônio, impossibilita a preparação de seus compostos.

0

nihonionihônio é um elemento químico sintético, de símbolo químico Nh, número atômico 113 (113 prótons e 113 elétrons), provavelmente de massa atômica 284 u, pertencente ao grupo 13 da tabela periódica.

Trata-se de um elemento transurânico, sendo muito provavelmente sólido de aspecto prateado.

Até o momento, apenas 14 átomos de nihônio têm sido observados, sendo o de vida mais longa conhecida, o Nh-286 com uma meia-vida de 20s, que por sua vez, permitiria a realização dos primeiros experimentos para estudar a sua composição química.

História

Segundo relatos de uma equipe de cientistas russos de Dubna (em inglês, “Joint Institute for Nuclear Research”) e do norte-americano Lawrence Livermore National Laboratory, o nihônio e o moscóvio foram sintetizados em fevereiro de 2004, sem nenhuma confirmação.

Em setembro de 2004, uma equipe de cientistas japoneses declarou que obteve êxito na obtenção deste elemento.

Seu nome foi indicado pela IUPAC foi um nome sistemático, temporário até que fosse batizado oficialmente.

Para que serve?

O nihônio não é encontrado na natureza, uma vez que para obtê-lo a sua estrutura tem de ser modificada para chegar a um resultado exato.

Ademais, por ser quase desconhecido, o elemento atualmente não possui nenhum uso.

Propriedades

Localizado abaixo do tálio, é o membro mais pesado membro do grupo 13 (Família 3A), sendo o primeiro da série de elementos 7p.

Possivelmente, o nihônio seria o elemento mais pesado a formar sais muito solúveis em água, de modo que a obter soluções de altas densidades. Além disso, levando em consideração sua possível alta solubilidade, intensa radioatividade e semelhança com o mortífero tálio, é possível que o nihônio seja um elemento extremamente tóxico.

Esse grupo como um todo, apresenta o mesmo estado de oxidação do grupo +3. Somente o tálio possui uma certa tendência a formar apenas um estado de oxidação estável de +1 , devido ao “efeito par inerte”, que por sua vez, resulta em um maior potencial de ionização e tendência mais fraca para participar de ligações.

Assim, o Nh, provavelmente deve possuir propriedades químicas similares às do tálio e, portanto, formar um monóxido Nh2O, e monohaletos NhF, NhCl, NhBr e NhI.

Os nox +3 (na forma do íon Nh+3) também seriam possíveis, mas de forma menos frequente e atuando como poderosos agentes oxidantes. Dentre os compostos de nihônio trivalentes, temos: o trifluoreto NhF3 e o óxido Nh2O3, ambos pouco estáveis e muito oxidantes.

Também se espera que o elemento seja mais denso que o tálio, em função da estabilização e contração relativística de seus orbitais 7s e 7p1/2, é provável que o nepônio possua uma densidade prevista de cerca de 16 a 18 g/cm3.

Os pontos de fusão e de ebulição do nihônio não são definitivamente estipulados, mas foram calculados em 430 °C e 1100 °C. Além disso, é previsto que o elemento seja o mais eletronegativo de toda a família do boro (grupo 13 ou 3A).

Isótopos

Seus isótopos mais estáveis são:

iso AN Meia-vida MD Ed PD
MeV
286Nh Sin. 20 s α 9,63 282Rg
285Nh Sin. 5,5 s α 9,74 9,48 281Rg
284Nh Sin. 0,48 s α 10,00 280Rg
283Nh Sin. 0,10 s α 10,12 279Rg
282Nh Sin. 70 ms α 10,63 278Rg
278Nh Sin. 0,24 ms α 11,68 274Rg

Dados

Nome, símbolo, número: Nihônio, Nh, 113
Série química: desconhecida
Grupo, período, bloco: 13, 7, p
Densidade, dureza: 18 000 (est.)[1] kg/m3,
Número CAS: 54084-70-7

Massa atômica: (286) u
Raio atômico (calculado): 170 (presumido)[1] pm
Raio covalente: 136 (est.)[2] pm
Configuração eletrônica [Rn]: 5f14 6d10 7s2 7p1 (previsto)
Elétrons (por nível de energia): 2, 8, 18, 32, 32, 18, 3 [1]
Estado(s) de oxidação: 1, 2, 3, 5 [1]

Estado da matéria: sólido[1]
Ponto de fusão: 700 (previsto)[1] K
Ponto de ebulição: 1 400 (previsto)[1] K
Entalpia de fusão (previsto): 130 kJ/mol

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.