Profissões do futuro: Cargos mais procurados oferecerão mais de 700 mil vagas até 2023

Na categoria de nível superior, tecnologia e engenharia estão em alta segundo a lista divulgada pelo SENAI.

0

Já se perguntou quais serão as áreas do mercado de trabalho e profissões mais dinâmicas e procuradas da indústria nos próximos anos?

Segundo pesquisa do Mapa do Trabalho Industrial divulgado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), os próximos quatro anos as profissões ligadas a tecnologia apresentarão um crescimento satisfatório, em se tratando de demanda de qualificação.

Contudo, ao todo, o Senai, prevê que o Brasil precisará capacitar 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação profissional e aperfeiçoamento até o ano de 2023.

O levantamento aponta carreiras que por sua vez possuem formação em conhecimentos de base industrial, e por esse motivo são oferecidas pelo Senai. Todavia, esses profissionais também podem optar por atuar em outros setores da economia.

Na categoria de nível superior, a área de gestão possivelmente deverá demandar centenas de milhares de profissionais qualificados como indicou o Mapa do Trabalho Industrial.

Áreas com maior demanda por formação de nível superior

Áreas Demanda 2019-2023
Informática 368.057
Gestão 254.811
Construção 80.992
Metalmecânica 56.437
Produção 40.283

A maior demanda de profissões com nível superior está entre analistas de tecnologia da informação, sendo a maior necessidade de qualificação. Ao menos 305 mil profissionais qualificados serão necessários nos próximos quatro anos.

A área de engenharia também é contemplada. Os engenheiros civis e afins ocupam o segundo lugar com a necessidade de mais de 57 mil profissionais qualificados até 2013. Engenheiros de produção, qualidade e segurança também entram na lista.

Ocupações Profissionais a serem qualificados  
Analistas de tecnologia da informação 305.172
Engenheiros civis e afins 57.399
Gerentes de produção e operações em empresa da indústria extrativa, de transformação e de serviços de utilidade pública 54.940
Engenheiros de produção, qualidade, segurança e afins 40.283
Gerentes de tecnologia da informação 29.912
Engenheiros eletricistas, eletrônicos e afins 29.237
Engenheiros mecânicos e afins 28.963
Artistas visuais, desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais 25.141
Administradores de tecnologia da informação 23.905
Gerentes de manutenção e afins 18.182
Gerentes de suprimentos e afins 17.865
Gerentes de pesquisa e desenvolvimento e afins 15.021
Arquitetos e urbanistas 14.252
Pesquisadores de engenharia e tecnologia 13.968
Engenheiros químicos e afins 10.116
Gerentes de operações de serviços em empresa de transporte, de comunicação e de logística (armazenagem e distribuição) 9.440
Engenheiros em computação 8.061
Químicos 7.870

Você também pode se interessar:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.