Reprodução das plantas – Veja como se dá esse processo na natureza

Gâmica ou agâmica? Saiba como se dá o processo de reprodução e fertilização das plantas na natureza.

0

Etapa fundamental no processo de perpetuação de diferentes espécies, a reprodução das plantas acontece de duas formas: sexuada (gâmica) e assexuada (agâmica)

Na reprodução sexuada ocorre o que se chama de recombinação genética por meio da união de dois gametas, garantindo a versatilidade genética na espécie.

Do outro lado, na reprodução assexuada, partes de uma mesma planta dão origem à um outro indivíduo idêntico, chamado de clone.

Como ocorre o processo de reprodução das plantas?

Esse processo se dá quase sempre por meio do gineceu, o chamado órgão feminino da flor presente em seu interior. Composto pelo ovário, o órgão feminino é responsável por produzir e armazenar os óvulos. 

Já o órgão masculino recebe o nome de androceu, sendo este composto pelos estames, responsáveis pela sustentação da bolsa onde são mantidos os grãos de pólen. 

Vale ressaltar que nos grãos de pólen estão as células sexuais de uma planta.

O processo básico de fecundação acontece quando os grãos de pólen chegam ao gineceu, alcançando o óvulo. O ovário então desenvolve-se até se transformar em fruto, ao passo que o óvulo se torna semente.

reprodução-plantas
Quadro apresenta as partes reprodutoras de uma planta

Agentes polinizadores

Para que o pólen que fica no androceu chegue até o gineceu, as plantas precisam da ajuda de fatores externos, sobretudo dos insetos (abelhas).

A polinização é o nome desse processo de levar os grãos de pólen de uma flor para outra. Além dos insetos, pássaros como o beija-flor, vento e água da chuva também atuam como agentes diretos na reprodução das plantas.

Outros animais ajudam a espalhar sementes das plantas pelo solo. Durante o processo de se alimentarem dos frutos de uma determinada espécie, caem-se as sementes no solo. Caso haja condições apropriadas para a germinação, o processo de reprodução se dará por completo.

Algumas plantas possuem em sua estrutura características para disseminação de suas sementes. Como exemplo, podemos citar o carrapicho e o dente-de-leão.

Planta da espécie carrapicho

Tipos de reprodução assexuada ou agâmica das plantas

Levando em consideração a espécie da planta, sua forma de se reproduzir pode variar. Veja abaixo os tipos de reprodução assexuada ou agâmica conforme sua categoria:

  • Briófitas

Plantas de pequeno porte, eucariontes, multicelulares e fotossintetizantes, fazem parte do reino Plantae.

Apesar da maioria das espécies de briófitas serem sexuadas, há algumas que se reproduzem assexuadamente, por meio dos chamados propágulos (estruturas celulares) com capacidade de reprodução.

O musgo é um exemplo de briófita assexuada.

planta-musgo

  • Pteridófitas

Assim como as briófitas, as pteridófitas podem apresentar fases de reprodução sexuada e assexuada.

A samambaia é um excelente exemplo da espécie. Durante alguns períodos do ano, formam-se os chamados soros, pontinhos escuros encontrados na superfície inferior das suas folhas.

Quando amadurecidos, se caem em solo úmido, se abrem e dão início ao processo de reprodução.

soro-samambaia
Na image, os soros presente a parte inferior das folhas da samambaia
  • Fanerógamas

As fanerógamas são as plantas com flores, divididas entre gimnospermas e angiospermas.

Sua reprodução pode ocorrer por meio de propagação vegetativa, onde os caules e folhas no papel de órgãos vegetativos, possuem a capacidade de originar novos indivíduos.

Um exemplo da espécie é planta do morango. Quando as gemas, presentes no interior do caule, entram em contato com o solo fértil, nasce uma nova planta. 

O nome dado para esses caules que se desenvolvem no solo é estolho. 

estolho-pé-de-morango
Exemplo de estolho encontrado no pé de morango

Veja também: Plantas aquáticas  – O que são, nomes, tipos, exemplos, imagens

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.