A Segunda Revolução Industrial

A Segunda Revolução Industrial ocorreu entre a segunda metade do século XIX e terminou por volta da segunda metade do século XX. Marcou um novo período da industrialização mundial, sendo a continuação dos processos do avanço tecnológico e científico.

A Segunda Revolução Industrial se iniciou por volta de 1850-1870 e acabou no fim da Segunda Guerra Mundial. Ela deu continuidade ao processo da Revolução Industrial, por meio do progresso científico e tecnológico com a criação de novas máquinas e meios de produção.

O que foi a Segunda Revolução Industrial?

A Segunda Revolução Industrial nasceu na metade do século XIX (entre 1850 e 1870) e terminou no fim da Segunda Guerra Mundial. Ela marca o início de um novo período da industrialização, com o surgimento de novas máquinas, novos meios de produção e novas técnicas.

A industrialização se expande para outros países europeus e não europeus, como Rússia, Alemanha, França, assim como, Estados Unidos e Japão.

O carvão e a energia a vapor tiveram muito espaço durante a Primeira Revolução Industrial, aumentando a capacidade das máquinas. Agora, os principais representantes da Segunda Revolução Industrial se tornam o petróleo, a eletricidade e o aço.

As invenções mais importantes desse período estão ligadas ao petróleo. Ele, enquanto fonte de energia, é utilizado no motor à combustão. Já a eletricidade passa a auxiliar no funcionamento de motores. E o aço, substitui o ferro.

Houve um aumento considerável de empresas e de produção em massa. Com isso, os produtos passaram a ser produzidos em larga escala, o que barateava o custo por unidade. A produção em série foi realizada graças a automatização do trabalho.

As indústrias elétrica e química ganharam destaque, assim como pesquisas na área da medicina.

Outra criação que teve extrema importância, foram as ferrovias. Elas possibilitavam o transporte dos bens produzidos, sendo feito em larga escala e com uma velocidade jamais vista anteriormente. Dessa forma, elas contribuíram para o aumento do mercado consumidor.

A racionalização do trabalho foi outra característica da Segunda Revolução Industrial. Ela fez com que a produção fosse feita com um menor custo e menor tempo. O intuito era fazer com que o trabalho se tornasse mais produtivo.

Foi nesse contexto que o taylorismo e o fordismo ganham expressividade, privilegiando o aumento da produtividade.

Inventos da Segunda Revolução Industrial

Algumas das invenções feitas durante a Segunda Revolução Industrial, são:

  • Novas formas de manipular o aço para que ele fosse utilizado na construção de edifícios, trilhos, ferramentas, pontes;
  • Meios de comunicação: telefone, televisão, cinema, telégrafo e ondas de rádio;
  • Avanço da química;
  • Avanço da medicina: surgiram vacinas e antibióticos, além de novas pesquisas sobre doenças e técnicas de cirurgia;
  • Tração elétrica.

Veja mais em:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More