Tratado de Petrópolis

O Tratado de Petrópolis foi um acordo firmado entre o Brasil e a Bolívia que resultou na anexação do atual estado do Acre ao Brasil.


O que foi o Tratado de Petrópolis? O Tratado de Petrópolis Foi um documento que formalizou a permuta de regiões entre a Bolívia e o Brasil.

Firmado em novembro de 1903, ele determinava que o Brasil deveria ceder a faixa de terra entre os rios Madeira e Abunã à Bolívia.

Já a Bolívia deveria, em contrapartida, conceder o território que corresponde ao atual estado do Acre, ao Brasil.

Além disso, o governo brasileiro ficou responsável pela construção da estrada de ferro Madeira-Mamoré, para viabilizar o comércio boliviano pelo rio Amazonas.

O final do século XIX e início do século XX foi marcado pelo ciclo da borracha, responsável pelo desenvolvimento de uma parcela da Região Norte, cercada pela Floresta Amazônica.

A borracha se tornou um dos principais produtos de exportação, o que fez com que muitos brasileiros se interessassem em se fixar na região que na época era da Bolívia, buscando melhores condições de vida e de trabalho.

Por isso, o Brasil pagou 2 milhões de libras esterlinas pela anexação do território, abundante em reservas de seringais e rico em florestas.

Após o Tratado de Petrópolis, a região anexada ao Brasil foi ocupada por famílias de 60 mil seringueiros.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More