UNICEF

O UNICEF é uma organização das Nações Unidas que visa promover a garantia dos direitos das crianças e adolescentes de todo o mundo.

0

UNICEF é a sigla utilizada para se referir ao Fundo das Nações Unidas para a Infância, um órgão das Nações Unidas que tem como principal objetivo defender os direitos das crianças e adolescentes, contribuindo para o desenvolvimento das mesmas e fornecendo respostas às suas necessidades.

Sua sede se localiza em Nova Iorque, Estados Unidos.

Significado de UNICEF

Criado em dezembro de 1946, pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o principal objetivo do UNICEF era fornecer assistência a milhões de crianças em situação de vulnerabilidade social no período posterior a Segunda Guerra Mundial, na Europa, China e Oriente Médio.

Em 1953, torna-se uma organização efetiva das Nações Unidas, com o mandato estendido de modo a atender as crianças e adolescentes de todo o mundo. Em 1965, recebe o Prêmio Nobel da Paz.

Orientado pela Convenção sobre os Direitos da Criança, o UNICEF é o principal defensor de meninos e meninas do mundo.

Ao assumir o papel de proteção e defesa dos direitos das crianças e adolescentes, o UNICEF, além de atender às necessidades básicas desses indivíduos, cria mecanismos para que eles atinjam seu potencial.

O trabalho é desenvolvido através de cerca de 150 escritórios espalhados por todo o mundo, com mais de sete regionais.

Além disso, existem 34 Comitês Nacionais que, com a ajuda de voluntários, se encarregam de conseguir doações às famílias dessas crianças e adolescentes.

UNICEF no Brasil

O UNICEF está presente no Brasil desde 1950, apoiando os avanços no que diz respeito a infância e a adolescência.

No Brasil, o UNICEF participou das seguintes campanhas:

  • Acesso universal à educação
  • Imunização
  • Enfrentamento ao trabalho infantil
  • Aleitamento materno
  • Elaboração do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)
  • Aprovação do artigo 227 da Constituição que afirma, entre outras medidas, que:

É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão”.

No Brasil, mesmo com políticas públicas que incluem crianças e adolescentes, ainda há uma parcela significativa da população que permanece excluída.

Dessa maneira, o UNICEF se uniu ao governo brasileiro em um programa de cooperação para os anos de 2017 a 2021.

O objetivo é atender às necessidades de meninas e meninos em estado de vulnerabilidade social, focando nas crianças e adolescentes que sofrem formas variadas de violência.

Essas crianças e adolescentes se localizam em todos os cantos do Brasil, mas, com mais frequência no semiárido, grandes centros urbanos e na Amazônia.

Dessa maneira, para resgatar essas crianças, o UNICEF estabelece a garantia dos direitos desses indivíduos no Semiárido e na Amazônia Legal.

Já nos grandes centros urbanos, através da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), ele atua visando o combate das desigualdades entre os municípios.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.