Zona da Mata – Localização e Principais Características

A sub-região do nordeste brasileiro se estende desde a Bahia até o Rio Grande do Norte.

0

O que é Zona da Mata? Zona da Mata é uma sub-região nordestina. Ela é formada por uma estreita faixa localizada na região litorânea. Recebeu esse nome por conta de sua vegetação original, a Mata Atlântica, que, atualmente, está praticamente extinta.

Localização

A Zona da Mata é paralela ao Oceano Atlântico e toda banhada por ele. Sua extensão vai do estado do Rio Grande do Norte até o sul da Bahia. Além destes, abrange os estados de Alagoas, Sergipe, Paraíba e Pernambuco.

Mapa da Zona da Mata
Mapa da Zona da Mata

Concentra seis das nove capitais nordestinas: Natal, Salvador, Maceió, Aracaju, João Pessoa e Recife.

Latitudinalmente pode ser subdividida em meridional, polarizada pelo eixo Salvador-Aracaju, central, polarizada pelo eixo Recife-Maceió e setentrional, polarizada pelo eixo Natal-João Pessoa.

História

A Zona da Mata é conhecida por ter sido a “porta de entrada” dos colonizadores portugueses. Durante muito tempo a região foi disputada por outras nações europeias, sendo os holandeses e franceses os povos que fizeram as investidas mais bem sucedidas.

Somente depois de um século e meio da chegada dos portugueses ao Brasil é que a região foi completamente dominada pela Coroa portuguesa.

O clima e solo favoráveis ao plantio da cana-de-açúcar motivou os holandeses a disputarem o domínio da Bahia e de Pernambuco, em duas ocasiões distintas. Em 1654 Portugal assumiu o controle definitivo da região.

Clima, relevo e vegetação

O clima predominante na Zona da Mata é o tropical úmido. Ele tem como principais características as altas temperaturas, em média 25 graus, e alto índice de pluviosidade no outono e inverno. A grande quantidade de chuvas é influenciada pela proximidade com o Oceano Atlântico.

As massas úmidas oriundas do oceano dificilmente conseguem ultrapassar as regiões de maior altitude, como por exemplo o Planalto da Borborema, e, portanto, precipitam-se na Zona da Mata.

Em relação ao relevo, predominam as planícies. Os solos escuros são extremamente férteis, e recebem o nome de massapê. Eles recobrem os rios que ficaram conhecidos como “rios de açúcar”. A maioria desses rios são temporários, também conhecidos como intermitentes.

A região possui a maior variedade costeira do Brasil. Ela estende-se desde a costa de dunas do Rio Grande do Norte, passa pelas falésias na Paraíba, costa dos arrecifes em Pernambuco, costa das lagunas ou região dos lagos em Alagoas, praias de planícies em Sergipe e os grandes recortes costeiros de água morna da Bahia

Originalmente a região era toda coberta pela Mata Atlântica, um dos biomas brasileiros mais ricos em biodiversidade. Porém, a ação humana ao longo do tempo fez com que boa parte da cobertura nativa tenha sido destruída.

Além de alguns pontos onde a Mata Atlântica está relativamente preservada, há a vegetação costeira nas áreas mais próximas ao oceano.

Economia

As grandes plantações de cana-de-açúcar, herdadas do período colonial, ainda não muito notórias na região. À ela, somam-se as lavouras de café, cacau e fumo.

Outro ponto de destaque na economia é a exploração de petróleo, onde o maior destaque é o Polo Petroquímico de Camaçari.

Economicamente falando, a Zona da Mata por ser dividida em três núcleos:

  • Litoral Açucareiro: como o próprio nome diz, a principal atividade é a plantação de cana-de-açúcar. Boa parte dos engenhos e usinas são instalados em grandes propriedades rurais. Ainda que Recife seja a principal cidade, o núcleo vai do Rio Grande do Norte à Bahia.
  • Recôncavo Baiano: as atividades relacionadas à extração de petróleo e indústria petroquímica são predominantes. Salvador é a principal cidade.
  • Sul da Bahia: o maior destaque vai para os latifúndios que produzem unicamente cacau. Ilhéus e Itabuna são as cidades mais importantes.

O turismo constitui outra atividade econômica imprescindível para a região. Todos os anos as belas praias e cidades histórica atraem milhares de turista do Brasil e outros países. Além disso, os carnavais estão entre os mais antigos e tradicionais do país, atraindo visitantes de várias regiões.

Principais cidades da Zona da Mata

Das quatro sub-regiões do nordestinas – Zona da Mata, Meio-Norte, Agreste e Sertão -, a Zona da Mata é a região nordestina mais populosa e com maior concentração de renda. É também a mais urbanizada e com maior quantidade de comércio, usinas e indústrias.

Por outro lado, há inúmeras regiões carentes e favelas. Os problemas sociais são recorrentes e os índices de desigualdade social e violência são elevados. Também existem diversos problemas ambientais, principalmente ligados ao aumento da poluição e degradação do meio ambiente.

As principais cidades da Zona da Mata são:

  • Salvador;
  • Recife;
  • Aracaju;
  • João Pessoa;
  • Maceió;
  • Natal.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.