Aliança Nacional Libertadora (ANL)

A Aliança Nacional Libertadora (ANL) foi um movimento político do país contrário ao governo de Getúlio Vargas.

Aliança Nacional Libertadora (ANL) foi um movimento político brasileiro criado em março de 1935, sob a direção do Partido Comunista do Brasil (PCB) e seu líder, Luís Carlos Prestes.

Aliança Nacional Libertadora
Luís Carlos Prestes

A ANL reunia setores da esquerda e liberais, e defendia o fortalecimento da democracia e mudanças radicais no país.

Integrada por comunistas, católicos, socialistas, liberais e anarquistas das mais variadas correntes, tal movimento era influenciado pelas frentes populares europeias, criadas para combater os governos fascistas em ascensão na Europa.

Colocada na ilegalidade em julho de 1935 por meio da Lei de Segurança Nacional, sob a acusação de golpista, a ala da esquerda do movimento começou a organizar conflitos armados em Pernambuco, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro contra a Ação Integralista Brasileira (AIB) e o conservadorismo do governo de Getúlio Vargas.

Mesmo com a discordância dos liberais que integravam a ANL, os levantes armados ocorreram.

Os principais pontos do programa da Aliança Nacional Libertadora eram:

  • Nacionalização das empresas internacionais
  • Reforma agrária
  • Governo popular
  • Não pagamento da dívida externa brasileira

Saiba mais em: 

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More