Cromossomos

Os cromossomos são estruturas que carregam as moléculas de DNA com todas as informações genéticas do indivíduo.

0

Os cromossomos são estruturas formadas por filamentos espiralados de DNA associados a proteínas que estão presentes nos núcleos das células eucariontes ou dispersos no citoplasma de células procariontes.

Diferença entre o cromossomo e a cromatina

A associação dos cromossomos com proteínas forma um complexo chamado de cromatina, ou seja, tanto os cromossomos quanto a cromatina compõem as moléculas de DNA.

A cromatina é um longo filamento de DNA que podemos encontrar durante a intérfase, ou seja, a fase em que a célula não está passando por uma divisão.

As cromatinas podem se apresentar de duas maneiras:

  • Eucromatina: nesse tipo o DNA está ativo e pode realizar a transcrição de genes; ocorre durante a divisão celular.
  • Heterocromatina: nesse tipo o DNA está em sua condensação máxima, portanto, inativo; ocorre durante a intérfase.

O cromossomo nada mais é que uma combinação de duas fitas de cromatina enroladas em espiral sobre si mesmas e com alto grau de condensação. O grau de condensação é tão alto que, durante todo o processo de divisão celular, não é possível ver cromatina, apenas cromossomos e partes deles.

Os cromossomos são compostos por milhares de genes que controlam todas as funções das células e se combinam para repassar informações genéticas durante a formação de novos indivíduos.

Cromossomos - Estrutura
Cromossomos – Estrutura

Estrutura dos cromossomos

Os cromossomos são formados por cromatinas condensadas, mas possuem várias partes que recebem nomes de acordo com funções que exercem, as duas principais são:

Centrômero

Região mediana que divide o cromossomo em 2 braços e dirige o movimento de separação durante a divisão celular. Em geral, existe apenas um centrômero em cada cromossomo, mas pode haver espécies que apresentem indivíduos dicêntricos ou policêntricos.

Telômeros

Extremidades dos cromossomos onde não existem genes, mas sim algumas repetições de nucleotídeos que protegem o cromossomo.

Cromossomos - Partes do cromossomo
Cromossomos – Partes do cromossomo

DNA e histonas

Na cromatina as moléculas de DNA podem estar associadas a duas classes de proteínas: as histonas e as não histonas.

Essa associação é bastante complexa já que as duas moléculas possuem cargas opostas, as histonas são carregadas positivamente, e o DNA possui grupos fosfato com carga negativa.

As proteínas histonas podem ser de cinco tipos diferentes e elas aumentam o diâmetro da molécula de DNA, além de serem capazes de alterar as propriedades físicas, como a temperatura de fusão dos fios de DNA para formar a dupla hélice.

Tipos de cromossomos

A classificação dos cromossomos considera a posição do centrômero, vamos conhecê-la:

  • Metacêntrico: o centrômero ocupa a posição mediana, ou seja, os braços do cromossomo possuem o mesmo tamanho.
  • Sub-metacêntrico: o centrômero fica um pouco deslocado da região mediana, ele possui dois braços, mas de tamanhos diferentes.
  • Acrocêntrico: o centrômero fica próximo à extremidade de um dos cromossomos, ou seja, um braço fica muito maior que o outro.
  • Telocêntrico: o centrômero ocupa a extremidade de um cromossomo, isso faz com que o cromossomo tenha só um braço.
Cromossomos - Posição dos centrômeros
Cromossomos – Posição dos centrômeros

Número de cromossomos

Cada espécie possui um número de cromossomos único entre todos os indivíduos, e o conjunto desses cromossomos é chamado de cariótipo da espécie.

O número de cromossomos de cada espécie, não possui relação com a complexidade que o individuo apresenta e qualquer mudança na quantidade de cromossomos pode causar deficiências de graus diferentes.

  • Humanos — 23 pares
  • Cavalo — 33 pares
  • Gambá — 11 pares
  • Cachorro — 39 pares
  • Batata — 24 pares
  • Pepino — 7 pares
  • Mamão — 9 pares
  • Aveia — 21 pares

Cromossomos humanos

O cariótipo humano é composto por 23 pares de cromossomos, sendo 22 pares autossomos, aqueles encontrados em todas as células, e um par de cromossomos sexuais, que nas mulheres é XX e nos homens XY.

Como nós humanos somos indivíduos diploides (2n), cada um dos 23 pares de cromossomos veio de um progenitor, ou seja, 23 pares são provenientes de origem materna e 23 pares tem origem paterna.

Cromossomos - Cariótipos humanos
Cromossomos – Cariótipos humanos

Alterar o número de cromossomos de uma espécie pode causar muitos problemas no desenvolvimento do indivíduo.

Esse é o caso da Trissomia 21 também conhecida como Síndrome de Down, onde os indivíduos possuem um par extra de cromossomos ligado ao par 21.

Cromossomos - Cariótipo da Trissomia 21
Cromossomos – Cariótipo da Trissomia 21

Cromossomos homólogos

Os cromossomos homólogos têm o mesmo tamanho e posição de centrômeros, eles estão relacionados aos genes alelos.

Esses genes têm o mesmo lócus gênico, por isso, determinam um mesmo caráter de expressão gênica como a cor do cabelo, olhos, formato das unhas, etc.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.