Desmossomos

Estruturas especializadas em junção e comunicação celular.

0

Os desmossomos são especializações que ocorrem nas membranas plasmáticas para manter a união e comunicação entre células vizinhas. Esse nome vem do grego desmos que significa “ligação” e somatos que significa “corpo”.

Existem outros tipos de estruturas que fazem a junção celular assim como os desmossomos, são eles: os hemidesmossosmos, zonas de oclusão e as junções gap.

No entanto, os desmossomos são os mais frequentes, mantêm as células unidas e oferecem estabilidade ao tecido em que são encontradas.

Desmossomos (Imagem retirada do Site didático de Anatomia Patológica, Neuropatologia e Neuroimagem da UNICAMP)
Desmossomos (Imagem retirada do Site didático de Anatomia Patológica, Neuropatologia e Neuroimagem da UNICAMP).

Em quais tecidos os desmossomos ocorrem?

Os desmossomos podem ser encontrados tanto em células epiteliais quanto do músculo cardíaco. Eles podem ser vistos como placas circulares que ocorrem isoladamente nesses tecidos.

Mecanismo de funcionamento dos desmossomos

Os desmossomos são caracterizados por duas placas de proteínas, chamadas de placas de ancoragem, uma em cada célula adjacente. Filamentos proteicos partem de uma dessas placas e atravessam a membrana plasmática para se juntar aos filamentos da placa ao lado.

Proteínas transmembranas caderinas fazem a ponte dessas ligações entre os filamentos das duas células. São essas ligações entre os filamentos que mantêm as duas células vizinhas unidas entre si e fazem com que as duas placas de ancoragem se mantenham unidas.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.