Fases do capitalismo

As fases do capitalismo provocaram profundas transformações em todo o mundo.


O capitalismo sofreu diversas transformações. Nasceu como um modelo transitório a partir da crise do feudalismo e se tornou um complexo sistema econômico.

Por ter passado por várias mudanças, o capitalismo se divide em fases: capitalismo comercial, capitalismo industrial e capitalismo financeiro.

Resumo

O capitalismo nasceu no século XV, a partir da decadência do sistema feudal. O feudalismo foi uma organização política, econômica e social em que a terra era o ponto fundamental da sociedade europeia.

Uma das principais características do feudalismo era a sociedade dividida em estamentos. Dessa forma, a mobilidade social não era algo acessível às pessoas desse período.

O senhor feudal era a figura mais proeminente da época. Era o dono dos feudos (terras) e encarregado de administrá-los além de possuir poder político local. Os servos trabalhavam nos feudos para garantir a subsistência da comunidade e, principalmente, dos nobres.

Toda a produção era direcionada ao consumo local e não ao lucro, pois não existiam moedas. Não havia como acumulação dinheiro, por isso a economia feudal se baseava na troca de produtos.

Foram vários os motivos responsáveis pela decadência do sistema feudal:

  • Crescimento das cidades;
  • Surgimento das feiras livres;
  • Crescimento da população;
  • Expansão ultramarina;
  • Desenvolvimento do comércio;
  • Surgimento da burguesia (nova classe social).

A partir de então, a moeda começou a ser usada como valor de troca, desencadeando no surgimento do sistema capitalista. Esses fatores marcaram o fim da Idade Média (feudalismo) e o início da Idade Moderna (capitalismo).

Além disso, a união dos reis com a burguesia foi um fator fundamental para a decadência da sistema feudal. Tal aliança fez com que eles assumissem o controle político e econômico da sociedade, visando a centralização do poder e o enriquecimento da nação.

Características do capitalismo

As principais características do capitalismo são:

  • Lucro e acumulação de riquezas;
  • Propriedade privada;
  • Trabalho assalariado;
  • Economia de mercado: O estado intervém pouco (ou não intervém) na economia;
  • Divisão de classes.

Fases do Capitalismo – Comercial ou mercantil (séc. XV ao XVIII)

O capitalismo comercial ou mercantilismo foi a fase inicial do capitalismo que teve a sua base no controle estatal da economia. Consistiu nas trocas comerciais visando o enriquecimento do país.

Esse período se caracterizou pela expansão marítima comercial e colonial que viabilizou a formação de colônias europeias no continente americano e africano.

O capitalismo desse período também é chamado de pré-capitalismo, responsável pelo surgimento da moeda. Vejamos algumas das principais características do capitalismo comercial:

  • Protecionismo: Surgimento de barreiras comerciais;
  • Monopólio comercial: Ausência de concorrência comercial;
  • Balança comercial favorável: Consiste em vender mais produtos do que comprar;
  • Metalismo: Acúmulo de metais para medir o enriquecimento da nação.

Fases do Capitalismo – Industrial ou industrialismo (séc. XVIII e XIX)

A Revolução Industrial ocorrida a partir do século XVIII, propiciou o aumento das indústrias e fez surgir uma nova fase do capitalismo, chamado de capitalismo industrial ou industrialismo.

Os produtos manufaturados foram substituídos pelos produtos industrializados que alcançaram diversas regiões por meio do desenvolvimento do sistema fabril e da urbanização.

A partir desse momento, as fábricas passam a comportar um grande número de trabalhadores, além de adotar máquinas visando o aumento da produção que passou a ser feita em grande escala.

As colônias começam a atuar como fornecedoras de matérias-primas e as metrópoles como fornecedoras de mercadorias.

Esse período foi caracterizado pelo predomínio do liberalismo econômico, em que as decisões econômicas são tomadas principalmente pelas empresas.

Algumas das principais características do capitalismo industrial são:

  • Aumento da produtividade
  • Aumento da classe operária
  • Excedente de produção
  • Acumulação de capital
  • Aceleração da produção
  • Aumento da produtividade
  • Desenvolvimento dos transportes

A partir de então, a população começou a conviver com diversos problemas como a precarização do trabalho que gera:

  • Intensas horas de trabalho;
  • Baixos salários;
  • Condições precárias de trabalho;
  • Aumento do desemprego;
  • Exército industrial de reserva: Para garantir a manutenção do sistema capitalista, é necessário garantir que parte da população sempre esteja desempregada, o que contribui para o rebaixamento dos salários e garante a ordem entre os trabalhadores, prevenindo possíveis manifestações.

Fases do Capitalismo – Financeiro ou monopolista (a partir do séc. XX)

O capitalismo financeiro ou monopolista surge no século XX, a partir da expansão da globalização que ocorreu mais precisamente após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O capitalismo financeiro é influenciado pela especulação financeira.

A estruturação do mercado de ações e a sua especulação que envolve valores, taxas e juros, baseiam essa fase do capitalismo. O capital bancário e o capital industrial se fundem a partir do momento em que as empresas passam a ser divididas em ações com valores estipulados a partir da sua lucratividade.

Dessa maneira, essa fase do capitalismo se fundamenta nas leis das empresas multinacionais, dos bancos e das grandes corporações.

Os países emergentes começam a desempenhar novos papéis, se industrializando e comportando em seus territórios empresas estrangeiras que visam:

  • Impostos mais baratos
  • Proximidade às matérias-primas
  • Mão de obra barata
  • Aumento do mercado consumidor

As principais características do capitalismo monopolista são:

  • Expansão das empresas multinacionais
  • Expansão do imperialismo
  • Aumento do mercado consumidor
  • Expansão da globalização
  • Investimento em ações
  • Expansão das novas tecnologias
  • Monopólio e oligopólio comercial
  • Especulação financeira
  • Urbanização
  • Economia de mercado

Alguns pesquisadores afirmam que o capitalismo vive atualmente a sua quarta fase, marcada pela expansão tecnológica de informação. Essa fase recebe o nome de capitalismo informacional.

Veja mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More