15 Frases de Cecília Meireles

Cecília Meireles, uma poetisa atemporal, escreveu versos e narrativas com frases sobre felicidade, amor, vida, liberdade e educação. Veja 15 de suas frases!

0

Cecília Meireles foi escritora, jornalista, pintora e professora. É considerada a primeira voz feminina de grande notoriedade na literatura brasileira, com mais de 50 obras publicadas.

Ao completar a maioridade, com seus 18 anos, a poetisa publicou a obra Espectros. Além das poesias, Cecília ficou conhecida por seus contos, crônicas, literatura infantil e narrativas folclóricas.

Falando sobre felicidade, amor, vida, educação e liberdade, as frases de Cecília Meireles ficaram conhecidas no imaginário social. Veja algumas delas!

15 Frases de Cecília Meireles

Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam, mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre.

Se em um instante se nasce e um instante se morre, um instante é o bastante para vida inteira.

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira.

De longe te hei de amar – da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância.

Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua.

A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la.

Pus-me a cantar minha pena com uma palavra tão doce, de maneira tão serena, que até Deus pensou que fosse felicidade – e não pena.

Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste: sou poeta.

Um amigo me chamou para cuidar da dor dele, guardei a minha no bolso. E fui.

Quando eu ainda não sabia ler, brincava com livros e imaginava-os cheios de vozes, contando o mundo.

Viajo sozinha com o meu coração. Não ando perdida, mas desencontrada. Levo o meu rumo na minha mão.

Pois o amor não é doce, pois o bem não é suave, pois amanhã, como ontem, é amarga a liberdade.

Leve é o pássaro: e a sua sombra voante, mais leve.

Acima de nós, ao redor de nós as palavras voam e às vezes pousam.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.