O bom filho a casa torna – Conheça o significado do ditado popular

Muitas pessoas utilizam a frase, mas não sabem da sua origem e de que maneiras que ela pode ser falada. Confira tudo sobre essa expressão popular.


O bom filho a casa torna é um ditado popular que significa “voltar a fazer algo a que já era acostumado”. Também é bastante utilizado quando alguém volta a fazer coisas que não fazia mais, o que pode gerar admiração de muitas pessoas.

Existem várias formas de utilizar a expressão, confira os exemplos a seguir.

Exemplo 1

Maria Eduarda sempre se hospedava na casa de sua amiga Ana Beatriz, mas de alguns meses para cá, ela não aparecia mais por lá. Ontem Maria fez uma visita surpresa para a Ana, e quando ela abriu a porta, disse: O bom filho a casa torna!

Exemplo 2

Thays sempre saia com suas amigas Laura e Yasmim para tomar limonada e comer pastel, mas por conta de uma promessa, Thays parou de beber sucos. Certo dia, Thays encontrou com suas amigas e pediu a limonada novamente, então Laura e Yasmim disseram para ela: O bom filho a casa torna!

Por que não existe crase na letra A?

Na nova ortografia da língua portuguesa, utiliza-se a crase para indicar que existe união entre um artigo definido e uma preposição iguais (a + a = à).

No entanto, na frase “o bom filho a casa torna”, a palavra “a” é uma preposição, e está reagindo com o verbo “tornar”. Dessa forma, o filho está voltando para uma “casa” simbólica, logo, não há necessidade de artigo definido.

Origem da expressão

O significado de “o bom filho a casa torna” pode ser encontrado na Bíblia Sagrada, na Parábola do Filho Pródigo.

Segundo as histórias bíblicas, um homem tinha dois filhos e deixou sua herança para o mais novo, que gastou todo o dinheiro pelo mundo, por não ter juízo.

Com isso, veio o significado de filho pródigo: desperdiçador, que gasta todo o dinheiro com futilidades. Depois de acabar com toda a herança, o filho pródigo volta para o pai, e ele, muito feliz, decide fazer uma festa, em comemoração ao retorno do filho.

O filho mais velho se recusa a participar da festa, e o pai tenta justificar que o amor pelos dois filhos sempre foi o mesmo, dizendo que esteve do lado dele, e tudo que era do pai também pertencia a ele.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More