Palavras de origem africana na língua portuguesa

Veja alguns exemplos de palavras com origens e sentidos ligados à influência africana no Brasil.

Que o Brasil é uma nação formada por pessoas de vários cantos do mundo todos já sabem, mas você percebe como isso influencia o cotidiano? Uma marca clara de como um povo foi constituído é o idioma, que é muito além de um conjunto de palavras. A língua é a junção de sentidos, histórias e, muitas vezes, um sinal de resistência.

A língua portuguesa não é diferente e possui muitos traços culturais e históricos, sendo um deles a influência africana. Muitos dialetos africanos foram introduzidos no país com a vinda forçada de pessoas nativas do continente africano para trabalhar no regime escravagista.

Como tática de repressão, os senhores de engenho proibiam a conversação nos dialetos africanos, e, assim, muita cultura se perdeu com o tempo. No entanto, é possível encontrar palavras de origem africana utilizadas até hoje. Essa perpetuação do vocabulário tornou-se um ato de resistência, impedindo que a presença africana seja silenciada.

Palavras de origem africana

1 — Abadá

A palavra abadá tem origem na língua iorubá e se refere às túnicas ou batas brancas usadas em cerimônias religiosas. Porém, atualmente, é o termo usado para a camiseta adquirida durante o Carnaval.

2 — Axé

De acordo com o iorubá, asé, o termo significa poder ou energia vital presente em todos os seres vivos e no universo.

3 — Cachaça

Aguardente de cana-de-açúcar, feita por meio de fermentação e destilação. A palavra se originou na língua quicongo, do grupo banto, representado atualmente no Congo, Angola e Moçambique.

A colheita da cana-de-açúcar foi uma das atividades econômicas mais presentes na escravidão brasileira.

4 — Cachimbo

Instrumento utilizado para fumar, geralmente, tabaco. A palavra deriva do termo kixima, do quimbundo, uma das línguas bantas mais faladas em Angola.

5 — Caçula

Do quimbundo kazuli, significa o último ou o mais novo da família.

6 — Cafuné

Cafuné deriva do quimbundo e significa acariciar ou coçar a cabeça de alguém.

7 — Candomblé

O candomblé é a religião de matriz africana mais praticada no Brasil e se originou do termo quimbundo candombe, que significa dança com atabaques, com o termo iorubá ilé ou ilê, que significa casa. Logo, nasceu o termo do significado casa de dança com atabaques.

8 — Cuíca

O instrumento semelhante a um tambor é chamado em Angola de pwita. Por volta de 1930, começou a ser utilizado nas baterias das escolas de samba.

9 — Dendê

O nome do óleo de palma tem origem no quimbundo, ndende, e se tornou dendê.

O óleo de dendê é produzido do fruto do dendezeiro, palmeira encontrada no oeste africano. O ingrediente é muito usado na cozinha afro-brasileira.

10 — Dengo

A palavra dengo tem origem banta e significa algo como lamentação infantil, manha ou meiguice.

11 — Fubá

O fubá era base da alimentação dos escravizados brasileiros, tendo origem na língua banta quimbundo.

12 — Macumba

Macumba, originalmente quimb makumba, se referia ao instrumento musical tocado em cerimônias religiosas de raiz africana. Porém, passou a ser o nome de uma religião praticada na primeira metade do século 20, no Rio de Janeiro.

13 — Moleque

Do quimbundo mu’leke, significa filho pequeno ou garoto e era uma forma de chamar os filhos. Com o tempo, ganhou um sentido pejorativo e, antes da abolição da escravidão, era considerado uma grande ofensa chamar crianças brancas de moleques.

14 — Muvuca

Mvúka, de origem banta, significa aglomeração ruidosa de pessoas como forma de lazer ou celebração.

15 — Quitanda

Quitanda é um termo do quimbundo, derivado de kitanda, e é um pequeno comércio onde se vende produtos frescos, como frutas, verduras, legumes, ovos, etc.

Leia também:

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More