Plano de aula – Ciclo de vida das plantas – Educação infantil

Observar e aprender com a natureza é uma atividade divertida e importante na formação das crianças.

0

Se você, professor(a), está procurando um plano de aula que envolva bastante as crianças com a natureza e, também, conscientize-as sobre a importância de um meio ambiente equilibrado para a nossas vidas, confira o plano de aula sobre ciclo de vidas das plantas que a equipe do Escola Educação preparou.

Vamos fazer o famoso experimento do feijão no algodão?

Plano de aula – Ciclo de vida das plantas

TEMA: Ciclo de vida das plantas – Experimento do feijão no algodão

ANO SUGERIDO: Alunos do 1º ao 3º ano do ensino fundamental.

TEMPO SUGERIDO: O experimento requere algumas semanas de dedicação.

OBJETIVOS:

  • Aprender como as plantas nascem e do que precisam para viver;
  • Observar o ciclo de vida das plantas por meio de demonstração, desde a fase da semente até a planta totalmente desenvolvida, produzindo frutos e sementes.

MATERIAIS NECESSÁRIOS:

  • Tufos de algodão;
  • Copos de plástico, de preferência fundos e transparentes;
  • Grãos de feijão de qualquer tipo (pode ser os comprados em supermercado);
  • Garrafa com água limpa.

DESENVOLVIMENTO:

Envolva os alunos em uma discussão sobre o que eles sabem sobre plantas. Questões para o debate podem incluir:

  • O que é uma semente? Para que ela serve?
  • Dê exemplos de plantas que vocês conhecem.
  • Vocês sabem como elas nasceram?
  • Do que as plantas precisam para crescer?
  • Como as plantas se alimentam? Elas respiram também?
  • Quais são as partes de uma planta?

Explique que o ciclo de vida da maioria das plantas começa como uma semente, que vai crescendo e se desenvolvendo, até torna-se uma planta totalmente crescida, que gera frutos.

Esse processo requer cuidado e carinho, por isso, se os alunos tiverem uma plantinha em casa, explique que eles devem prestar bastante atenção ao que ela precisa. 

Diga à turma que as plantas necessitam de um solo bem adubado, água e luz solar na quantidade certa para crescer. Escreva estas palavras no quadro.

Prática guiada – Experimento do feijão no algodão

Após a explicação das fases de crescimento das plantas em sala de aula, faça o experimento do feijão germinado no algodão.

Distribua para cada aluno um tufo de algodão, um copo descartável plástico e até dois grãos de feijão (pode acontecer de apenas um não germinar).

Explique que devem colocar os grãos de feijão dentro do pedaço de algodão, depois devem colocar o algodão com feijão dentro do copo, na parte do fundo.

Diga que vai passar a garrafa de água para que molhem a sementinhas, porém, devem regar apenas um pouco, pois a água não pode passar do nível do algodão. Você também pode solicitar que umedeçam o algodão antes de colocarem os feijões.

Leve os estudantes para um espaço na sala ou na escola que faça Sol, onde dê para colocar os copos com os feijõezinhos. Ou, se preferir, peça para que cuidem do experimento em casa.

Oriente para o fato de que os alunos não podem deixar o algodão ficar seco, que todos os dias eles precisar regar um pouquinho, deixando o experimento ao Sol.

Fases do experimento

Em cerca de dois ou três dias já será possível ver os grãos germinando. Em mais dois ou três dias, o grão começará a ter diversas raízes que se assemelham a pequenos tentáculos.

Experimento – Plantar feijão no algodão.

Após cinco dias ou uma semana depois da germinação, o grão já terá desenvolvido folhas e caules do grão principal, um caule mais grosso estará lentamente tentando subir cada vez mais alto, podendo até ultrapassar o copo.

Quando o feijão atingir cerca de 20 cm, ele deve ser retirado do recipiente, que não é um ambiente com nutrientes suficientes para o seu crescimento.

Para fazer esta mudança, procure um lugar adequado na escola, por exemplo, no jardim ou em um vaso, e cave um buraco de aproximadamente 10 cm. Peça aos alunos para colocarem o feijão, cobrirem as raízes com terra regando e, claro, continuar regando.

Após crescidos, os pés de feijão dos estudantes darão feijões que podem ser colhidos por eles mesmos e utilizados na merenda escolar.

Ao final do experimento, os estudantes terão aprendido bastante sobre o ciclo de vida das plantas, com muita diversão e conscientização sobre a importância da natureza para as nossas vidas.

AVALIAÇÃO:

Avalie a participação e dedicação das crianças ao experimento. Promova um pequeno debate sobre o ciclo de vida das plantas e peça para que cada um descreva como foi sua experiência.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.