Poliomielite – O que é, sintomas, tratamento, vacina, prevenção

A poliomielite é popularmente conhecida como paralisia infantil, erradicada do Brasil desde 1990.

0

O que é poliomielite? A poliomielite é conhecida popularmente como paralisia infantil. Essa é uma doença contagiosa, causada por um vírus que, apesar do nome popular, pode infectar tanto crianças como adultos.

O vírus causador da poliomielite é o poliovírus, capaz de ser transmitido através de contato direto com fezes ou secreções, como a saliva, eliminadas por pessoas contaminadas.

Nos casos mais graves, ocorrem paralisias musculares por todo o corpo, entretanto, os membros inferiores são os mais afetados.

Como resultado das campanhas de vacinação promovidas em todo o mundo, inclusive no Brasil, a poliomielite agora é uma doença considerada endêmica do Afeganistão, da Nigéria e do Paquistão.

Esse endemismo quer dizer que continuam ocorrendo casos da doença apenas nos três países citados. O Brasil não registra circulação do poliovírus e de casos de poliomielite desde 1990.

Sintomas da poliomielite

A poliomielite pode ser uma doença assintomática ou apresentar sintomas neurológicos muito graves.

A maioria das pessoas infectadas não apresenta sintomas, mas outras podem ter paralisia de todo o corpo podendo levar à morte.

Os sintomas da poliomielite mais frequentes são febres, mal-estar, dor de cabeça, dores de garganta, vômitos, diarreia, prisão de ventre, espasmos musculares, rigidez na região da nuca e meningites.

Nas formas em que ocorrem paralisias, os sintomas mais recorrentes são a instalação súbita de deficiência motora e assimetria da musculatura, principalmente nos membros inferiores.

Também ocorre flacidez muscular e a paralisia persiste mesmo após 60 dias do início dos sintomas, demostrando que a infecção viral deixa sequelas.

Tratamento da poliomielite

Não há um tratamento específico para a poliomielite. No entanto, as pessoas infectadas pelo poliovírus devem ser hospitalizadas e receber tratamento de acordo com os sintomas que apresentam.

A melhor coisa a se fazer contra essa doença é a prevenção através da administração das vacinas desde os primeiros meses de vida da criança.

Prevenção da poliomielite

A vacina contra poliomielite é a única forma de prevenção contra essa doença. Devem ser vacinadas todas as crianças menores de cinco anos de idade, conforme campanhas de vacinação anuais.

Desde 2016, são administradas três doses de vacina injetável contra a poliomielite no Brasil, sendo elas aos 2, 4 e aos 6 meses de idade. Também são administradas 2 doses de vacina oral como um reforço.

As mudanças foram realizadas de acordo com orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) como parte do plano de erradicação mundial da poliomielite.

Poliomielite - A única forma de prevenção é a vacina
Poliomielite – A única forma de prevenção é a vacina

Sequelas de poliomielite

As principais sequelas da doença estão relacionadas a chega do poliovírus à medula e ao cérebro, o que compromete funções motoras, sem possibilidade de cura.

As principais sequelas de poliomielite são:

  • Dores e encurtamento de articulações.
  • Pé torto, onde o calcanhar não encosta no chão.
  • Crescimento diferente das pernas.
  • Paralisia em alguma das pernas.
  • Paralisia em músculos da face que prejudicam a fala e a deglutição.
  • Atrofia muscular generalizada.
  • Hipersensibilidade ao toque.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.