Política do Café com Leite

A Política do Café com Leite foi uma expressão utilizada para se referir a alternância no cargo de presidente do Brasil por representantes paulistas e mineiros.

0

O que foi a Política do Café com Leite? Foi uma expressão utilizada para se referir ao momento político vivido pelo Brasil durante a Primeira República ou República Velha.

Foi uma fase caracterizada por um acordo firmado entre as oligarquias dos estados de Minas Gerais, São Paulo e o governo federal. Com isso, essa estrutura de poder consistia na alternância entre os cafeicultores (SP) e os fazendeiros (MG) no cargo da presidência do Brasil.

O intuito era que o poder se mantivesse nas mãos das elites e dos grandes latifundiários do país.

Política do Café com Leite – Resumo

A Proclamação da República em 1889, provocou uma reorganização na estrutura política do país. Durante o Império, o poder era centralizado nas mãos do imperador que desempenhava o poder moderador. Já o restante do país era comandado regionalmente pelos presidentes das províncias.

A partir da implementação da república, o então regime se inspirou no modelo estadunidense e no modelo positivista criado por Augusto Comte. A partir de então, passou a ser o poder descentralizado.

As províncias se transformaram em estados da Federação, com autonomia econômica, militar e política, garantida pela Constituição de 1891.

Entretanto, a autonomia dos estados fez com que alguns tivessem mais privilégios em detrimento de outros. Com isso, as oligarquias mais poderosas economicamente se mantiveram nos poderes estaduais e revezaram o poder federal.

Os estados mais beneficiados foram Minas Gerais e São Paulo. A economia de Minas Gerais se pautava no fornecimento de leite, já a de São Paulo se caracterizava pelo plantio do café, por isso essa estrutura política recebeu o nome de “política do café com leite”.

Dessa maneira, representantes desses estados se revezaram no cargo de presidente da República na maior parte do tempo durante a Primeira República.

A principal função do presidente, nesse período, era garantir a manutenção dos privilégios das oligarquias e da elite de um modo geral.

A Política do Café com Leite vigorou a partir de 1898 até 1930.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.