Quem foi Nelson Mandela?

Nascido em uma pequena tribo na África do Sul, confira como Nelson Mandela passou de preso político a presidente do país.

0

Nelson Mandela foi um dos mais importantes sujeitos políticos atuantes contra o processo de discriminação instaurado pelo Apartheid, na África do Sul. Presidente do país de 1994 a 1999, se tornou um ícone internacional na defesa dos direitos humanos.

Condenado à prisão perpétua, foi libertado depois 27 anos devido a enorme pressão internacional. Após sair da cadeia, recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em dezembro de 1993, pela sua luta contra o regime de segregação racial.

Quem foi Nelson Mandela?

Nelson Rolihlahla Mandela nasceu em Mvezo, África do Sul, no dia 18 de julho de 1918. Mandela era um dos treze filhos de Nkosi Mphakanyiswa Gadla Mandela com Nosekeni Fanny. De família triba, foi batizado como Rolihiahia Dalibhunga Mandela.

Aos sete anos, ingressou na escola primária, onde recebeu da professora o nome de Nelson, em homenagem ao Almirante Horatio Nelson. Era um costume da escola dar nomes ingleses a todas as crianças que a frequentavam. Dois anos depois, perdeu o pai e foi levado para a vila real, onde ficou aos cuidados do regente do povo Tambu.

Em 1939, Mandela ingressou no curso de Direito, na Universidade de Fort Hare, a primeira Universidade da África do Sul a ministrar cursos para negros. Devido ao seu envolvimento em protestos contra a falta de democracia racial na instituição, foi obrigado a abandonar o curso.

Mudou-se para Joanesburgo, concluiu o bacharelado em Artes pela Universidade da África do Sul e continuou os estudos de Direito por meio de correspondência. Indignado com os horrores do Apartheid, fundou a Liga Jovem do Congresso Nacional Africano (CNA), que se tornou o principal instrumento de representação política da população negra.

Em 1964, diversos líderes negros foram perseguidos, presos, torturados, assassinados ou condenados. Entre eles, estava Mandela, que foi condenado à prisão perpétua. Com o fim do regime, após 27 anos preso, foi liberto e fez um discurso chamando o país para a reconciliação.

Pela sua luta contra a segregação racial, recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em dezembro de 1993, e um ano depois, foi eleito presidente da África do Sul, permanecendo no cargo até 1999. Nelson Mandela faleceu em Joanesburgo, África do Sul, no dia 5 de dezembro de 2013.

O que foi o Apartheid?

O Apartheid representou a transformação do racismo em lei na África do Sul, legalmente aceita entre 1948 e 1994. Com a segregação, foi proibido o casamento inter-racial, passou a ser obrigatório o registro da raça na certidão, brancos e negros viviam em áreas separadas. Nas escolas, hospitais, praças, haviam lugares estabelecidos em locais distintos para as duas raças.

A segregação racial, a falta de direitos políticos e civis e o confinamento dos negros em regiões determinadas pelo governo branco, provocou uma série de massacres e mortes da população negra.

Uma das justificativas do regime era a concepção do desenvolvimento separado, que defendia o desenvolvimento das raças sem a mistura com outras.

Como forma de protesto ao regime, a África do Sul chegou a sofrer diversos embargos comerciais. Em 1973, o Apartheid foi condenado na Assembleia Geral das Nações Unidas com a assinatura do texto Convenção Internacional da Punição e Supressão ao crime do Apartheid.

Leia também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.