Quinhentismo

O quinhentismo foi um movimento histórico e literário que ocorreu no Brasil no século XVI.

0

O quinhentismo foi um movimento histórico e literário que ocorreu no Brasil no século XVI. Esse movimento reuniu relatos de viagens com aspectos descritivos e informativos que retratavam o Novo Mundo, desde os povos que aqui habitavam, até flora e fauna.

Existiram dois grupos de composição textual na época do Brasil Colônia: a literatura de informação e a literatura de formação.

O quinhentismo recebeu esse nome devido a sua data de início, 1500. Os escritores da época que se destacaram foram:

  • Pero Vaz de Caminha
  • José de Anchieta
  • Manuel da Nóbrega
  • Pero de Magalhães Gândavo

Quinhentismo – Resumo

Após a chegada dos portugueses em solo brasileiro, o território foi descrito pelos escrivães que acompanhavam as embarcações. A partir dos seus escritos, podemos identificar duas tendências, a primeira é a literatura de informação, que descrevia o processo da colonização.

A principal figura desse grupo é Pero Vaz de Caminha, devido à carta que ele escreveu descrevendo as terras recém-descobertas. A carta se tornou um dos documentos históricos mais importantes do período.

A segunda tendência, é a literatura de formação, também conhecida como literatura de catequese. Composta por cartas, poemas, peças de teatro e sermões, produzidos por padres jesuítas que tinham como principal objetivo, catequizar os indígenas.

Características do quinhentismo

Vejamos as principais características do quinhentismo:

  • Textos informativos e descritivos
  • Linguagem simples
  • Crônicas de viagens
  • Adoção de adjetivos
  • Conquista material e imaterial

Quinhentismo no Brasil

O quinhentismo no Brasil se desenvolveu a partir da colonização do solo e dos povos que aqui habitavam.

As forças políticas que agiram no Novo Mundo foram a Igreja Católica e o Estado português. A primeira, responsável pela aculturação dos nativos, e a segunda, pela dominação no território.

A atuação dos dois âmbitos é percebida a partir das produções literárias do período. Por meio de tais documentos, é identificado o contexto em que o país vivia.

Autores e obras do quinhentismo

Os principais autores e obras do quinhentismo foram:

  • Hans Staden (1525–1576) — Duas Viagens ao Brasil (1557)
  • Padre Manuel da Nóbrega (1517–1570) — Informação da Terra do Brasil (1549), Diálogo sobre a conversão do gentio (1557) e Tratado contra a Antropofagia (1559).
  • Padre José de Anchieta (1534–1597) — Arte de Gramática da Língua mais Usada na Costa do Brasil (1595)
  • Pero Vaz de Caminha (1450–1500) — Carta (1500)
  • Pero de Magalhães Gândavo (1540–1579) — História da província de Santa Cruz a que vulgarmente chamamos de Brasil (1557) e O Tratado da Terra do Brasil (1576)

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.