Catolicismo

O catolicismo é a religião que concentra o maior número de fiéis em todo o mundo.

0

O catolicismo é uma vertente do cristianismo que reúne o maior número de fiéis no mundo. De acordo com algumas estatísticas de 2012, o catolicismo congrega 28% de cristãos em relação à população mundial.

Isso representa um total de quase 2,2 bilhões de indivíduos que comungam da mesma fé. A origem do catolicismo está intimamente ligada à origem do cristianismo.

Origem do catolicismo

Os escritos católicos apontam que a origem da Igreja remonta ao nascimento de Jesus Cristo, um líder judeu que criou uma nova religião destinada à salvação da humanidade.

Após sua morte, seus seguidores — discípulos — ficaram encarregados de pregar os ensinamentos por ele deixados, fazendo com que suas ideias alcançassem o maior número de pessoas.

Durante esse período, os primeiros cristãos foram duramente reprimidos, por isso, tiveram que enfrentar uma intensa oposição do governo romano que dominava todo o território da Palestina.

No entanto, a crise vivida pelo Império Romano somada à expansão dos praticantes do catolicismo, obrigou o império a aceitar a nova religião.

Somente com a promulgação do Édito de Milão, em 313, a perseguição aos cristãos teve um fim oficial. O documento determinava que o governo do Império Romano assumiria a neutralidade em relação à religiosidade da população.

Assim, durante o século IV, o catolicismo foi adotado como a religião oficial do Império Romano, o que facilitou a sua propagação ao longo dos continentes europeu, africano e parte do oriente.

Desse modo, a Igreja Católica se insere nos últimos séculos da Idade Antiga com notável poder e influência.

Mesmo durante as invasões bárbaras e a Idade Média, o processo de conversão religiosa se manteve.

Tais povos estabeleceram uma íntima relação com os membros do clero. A partir de então, a Igreja Católica ocupou um espaço de influência e poder com um expressivo número de fiéis e terras, símbolo da riqueza da instituição.

Católicos romanos e católicos ortodoxos

A divisão entre catolicismo romano e catolicismo ortodoxo se deu a partir de uma disputa entre os patriarcas do oriente e o Bispo de Roma sobre a organização da Igreja. Do mesmo modo, houve um desentendimento em relação ao Espírito Santo.

Assim, após divergências em relação à religião, em 1054, ocorreu o Cisma do Oriente que marcou a ruptura entre a Igreja Católica do Oriente e a do Ocidente.

A partir da excomungação mútua é criada a Igreja Católica Apostólica Ortodoxa e a Igreja Católica Apostólica Romana.

A Igreja Católica Apostólica Romana é orientada pelo Papa. Já a Igreja Ortodoxa tem no Patriarca de Constantinopla, a última palavra.

Catolicismo
Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, e Papa Francisco.

Além disso, cada território possui a sua própria Igreja Ortodoxa. Com isso, tem-se a Igreja Católica Ortodoxa Búlgara, a Igreja Católica Ortodoxa Russa, e assim por diante.

As duas adoram os santos, contudo, a Igreja Católica Ortodoxa não admite o culto às imagens e, esteticamente, suas igrejas possuem pinturas.

Já a Igreja Católica Romana venera os santos a partir de imagens, quadros, esculturas, estampas e tudo mais que os retratarem.

Desde que suas esposas concordem, os homens casados estão permitidos a assumirem o cargo de padres, na Igreja Católica Ortodoxa. Para a Igreja Católica Romana tal fato não seria possível, pois o celibato é uma das principais características a serem seguidas pelos sacerdotes.

Para os Romanos, existe um local de passagem onde ficam as almas que precisam ter seus pecados purificados antes de chegarem ao paraíso. Tal local recebe o nome de purgatório. Para os Ortodoxos, esse lugar não existe. Eles reconhecem a existência apenas do céu e do inferno.

Catolicismo no Brasil e no mundo

O Brasil é o país que mais concentra católicos em todo o mundo. Tal religião foi trazida com os portugueses na época da colonização do país. Por meio da Companhia de Jesus, os nativos foram convertidos e catequizados pelo catolicismo.

O continente americano é o território que mais concentra os adeptos dessa religião, representando 48,6% dos fiéis batizados em todo o mundo.

Destes, 57,5% se localizam na América do Sul, ficando no Brasil o maior número de católicos do mundo. O país representa sozinho cerca de 10% dos católicos do globo.

Sendo assim, a religião católica reúne a maior comunidade religiosa do mundo. Sua sede localiza-se no Vaticano e seu líder máximo é o Papa Francisco, o 266° Papa da Igreja Católica.

Além de assumir o papel de liderança religiosa, o Papa Francisco também é o atual Chefe de Estado da Cidade Estado do Vaticano.

Crenças católicas

Vejamos algumas das crenças do catolicismo:

  • Santíssima Trindade – Pai, Filho e Espírito Santo: constituem um só Deus;
  • Sete Sacramentos: Batismo, Confissão, Eucaristia, Crisma, Extrema-unção, Ordem e Matrimônio;
  • Poder da Virgem Maria e dos santos;
  • A fonte da fé do catolicismo é a Bíblia e a tradição oral da Igreja.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.