Realizações de Getúlio Vargas

Getúlio Vargas teve grandes realizações pelo Brasil, mas também teve medidas de repressão e contradição. Conheça as principais realizações de Vargas no Estado Novo e Segundo Mandato.

0

Em 24 de outubro de 1930, Getúlio Vargas assumiu a presidência do Brasil, por meio de um golpe de Estado, conhecido por Revolução de 30. O movimento foi liderado por grupos políticos insatisfeitos com a República Velha, em que as oligarquias cafeeiras mineira e paulista, detinham o poder político e governavam alternadamente.

Assim, Vargas representa o fim da República Velha e foi o responsável por grandes transformações no cenário brasileiro, alterando as estruturas econômicas e políticas do país.

Anteriormente a Vargas, a economia brasileira era pautada somente na economia do café. Dessa forma, o país tinha grande instabilidade econômica, pois esse mercado do café tinha muitas oscilações em decorrência das variações do preço da safra e das crises nas economias estrangeiras, como dos ingleses e norte americanos, os principais compradores do produto.

Getúlio Vargas percebeu a necessidade do desenvolvimento industrial no Brasil, trazendo modernização e urbanização, com criação de empresas estatais, criando leis trabalhistas e desenvolvimento industrial.

Entretanto Vargas estabelecia um regime político fortemente autoritário e com medidas com características fascistas.

Realizações no Estado Novo (1937-1945)

Com a instauração do Estado Novo, Vargas ordenou o fechamento do Congresso Nacional, extinguiu os partidos políticos, suspendeu a campanha presidencial e a Constituição Brasileira.

Realizações de Getúlio Vargas
Cartões postais estampam as principais realizações de Getúlio Vargas.

Nesse período, Vargas ordenou a elaboração de uma nova Constituição que concedesse poderes políticos ao poder Executivo.

Essa Constituição de 1937, garantia a Vargas o poder de fechar o Congresso, extinguir partidos políticos, estabelecer a censura e indicar interventores nos estados.
Além disso, a Constituição apresentava uma nova legislação trabalhista.

O governo passou a ter uma doutrina econômica de interferência estatal na economia, de forma que o estado era o principal investidor e impulsor da economia nacional.

Nesse período houve grande investimento na propaganda. Foi criado o DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda para propagar a ideologia do Estado Novo e promover a exaltação da imagem de Vargas. O DIP também foi responsável pela censura de órgãos de imprensa, de jornais, rádios e cinema.

Propaganda do Estado Novo de Vargas
Propaganda do Estado Novo de Getúlio Vargas, elabora pelo DIP.

Suas principais realizações nesse período são a criação do DASP – Departamento Administrativo do Serviço Público, para controlar e coordenar órgãos públicos, a criação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), do Conselho Nacional do Petróleo, em 1938, e do Conselho de Águas e Energia Elétrica, em 1939.

Em 1941, funda a Companhia Siderúrgica Nacional e cria a Companhia Vale do Rio Doce, em 1942.

Vargas também estabelece a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, apoiando as nações que combatiam o nazismo.

Além disso, sancionou a lei que estabeleceu a Consolidação das Leis do Trabalho, em 1943, implantando de direitos trabalhistas, como ao salário mínimo, férias remuneradas e jornada de 48 horas semanais.

Com tantas medidas de repressão e contradição, Vargas promulga o Código Eleitoral, que permitia a criação de partidos políticos e marca a eleições para presidente.

Getúlio Vargas tenta uma manobra política para permanecer no poder mas os militares o depuseram e Eurico Gaspar Dutra é eleito presidente e permanece na presidência entre 1946 e 1951.

Realizações no Segundo Mandato(1951-1954)

Em 1951, Getúlio Vargas volta ao poder após concorrer às eleições e vencer com vitória expressiva, agora traz uma proposta de regime democrático.

Em 1953, Vargas cria a Petrobrás, empresa que se tornaria muito importante para a economia do Brasil e deteria o monopólio do refino de exploração de petróleo.

Criação da Petrobras durante o governo de Getúlio Vargas
Criação da Petrobras, uma das mais importantes realizações do segundo governo de Getúlio Vargas.

Também, fez a reestruturação da CREAI (Carteira de Crédito Agrícola e Industrial do Banco do Brasil) e criou a CFP (Comissão de Financiamento de Produção). Entretanto, não assegurou aos trabalhadores rurais as conquistas trabalhistas dadas aos trabalhadores urbanos.

Conteúdo relacionado: Conheça a História das Eleições no Brasil

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.