Répteis – Resumo, características, tipos, exemplos, reprodução, imagens

Os répteis gigantes, conhecidos como dinossauros, foram os primeiros animais habitantes do Planeta Terra. São animais vertebrados, ovíparos ou ovovivíparos.

0

Na história evolutiva, há milhões de anos, os répteis gigantes (dinossauros) era quem habitavam o planeta Terra.

Existentes no período Jurássico, período de maior evolução, os dinossauros não resistiram as mudanças climáticas do planeta e foram extintos. Porém, ainda nos dias atuais, são localizados fósseis de ossos e ovos desses animais.

Entre os exemplos de répteis estão a cobra, serpente, jacaré, crocodilo, tartaruga, jabuti, camaleão, iguana, lagarto, cágado etc.

Características gerais dos répteis

Os répteis são animais vertebrados que vivem, na maioria das vezes, em regiões quentes do planeta.

Fazendo parte do Reino Animalia, Filo Chordata e Classe Reptilia, esses animais foram os primeiros a conquistar o ambiente da Terra.

Os seus corpos são constituídos por cabeça, pescoço, tronco e cauda. Ademais, eles apresentam dois pares de membros locomotores. Ou, no caso, podem ser rastejantes ou nadadores.

A sua pele possui como característica ser ressecada e resistente, toda envolta por escamas. Entretanto, há alguns animais que detém placas ósseas de origem dérmica.

Classificação dos répteis

Os répteis são classificados em quatro principais ordens:

  1. Quelônios
  2. Squamata ou escamados
  3. Crocodilianos
  4. Rinconcefalos

Quelônios

tartaruga

Os quelônios são as tartarugas marinhas, os cágados e jabutis, presentes nos ambientes marinhos, na água doce e terrestre, respectivamente. Eles chegam a cerca de de 270 espécies.

Entre as suas principais características estão a existência de um casco constituído por uma carapaça dorsal, um conjunto de placas achatadas na região ventral (plastrão), o bico córneo e a ausência de dentes.

Geralmente são herbívoros, mas há os que se alimentam de outros animais.

Squamata ou escamados

squamata

Esses são da ordem dos ofídios e lacertílios, cobras e lagartos, totalizando cerca de 5.500 espécies.

A alimentação deles consiste basicamente de artrópodes e pequenos animais.

Crocodilianos

crocodilos

Os crocodilianos são os maiores répteis viventes, sendo eles os crocodilos e jacarés.

Entre as principais características estão o fato de viverem próximo aos ambientes aquáticos, local em que caçam e se alimentam.

Eles depositam os ovos na terra, fazendo buracos no chão ou os cobrindo com folhas.

A derme desses répteis é coberta por placas córneas.

Rinconcefalos

tartuara

Rinconcefalos são animais em que a cabeça se prolonga em forma de bico. A sua ordem é representada por somente duas espécies, Sphenodon punctatus e Sphenodon guntheri.

Esses são conhecidos como tuatara e habitam a Nova Zelândia.

Reprodução

ovos dos répteis

Em grande maioria, os répteis são ovíparos, somente alguns lagartos e cobras são ovovivíparas.

A fecundação nos répteis é interna, ou seja, o macho insere os ovos dentro da fêmea. Assim, os ovos fecundados desenvolvem os embriões dentro dos ovos, revestidos por cascas córneas ou calcárias.

As características os protegem da dessecação, sendo um ponto relevante para a conquista do ambiente na terra.

Portanto, os ovos com a casca dura detém de anexos embrionários, tais como o âmnio, cório, saco vitelínico e alantoide.

ovos repteis

Projeto Tamar

projeto tamar
Fonte: ICMBio

No Brasil, há um projeto de preservação de uma espécie réptil que quase entrou em extinção – as tartarugas marinhas.

O Projeto Tamar foi criado em parceria com o Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) e é reconhecido mundialmente pelo seu trabalho de preservação das tartarugas marinhas.

A Fundação Pró-Tamar executa o monitoramento das tartarugas, do seu nascimento até o desenvolvimento.

projeto tamar tartarugas
Fonte: ICMBio

Curiosidades

  • O ramo da biologia designado para o estudo dos répteis é denominado Herpetologia.
  • O Brasil é o quarto colocado no mundo em números de espécies de répteis.
  • Os répteis podem ser encontrados em todos os continentes, só não na Antártica decorrentes das suas baixas temperaturas.
  • Os dinossauros, partes da superordem Dinosauria, foram pertencentes a classe dos répteis.

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.