Revolução de Avis

A Revolução de Avis foi um conflito político e bélico entre o Reino de Portugal e o Reino de Castela.

0

O que foi a Revolução de Avis? A Revolução de Avis é a forma que os historiadores chamam a sucessão de acontecimentos que se iniciaram após a morte de Fernando I (1383), sem herdeiros, portanto, último rei da dinastia de Borgonha.

Após sua morte, iniciou-se uma disputa acirrada para a sucessão do trono, entre o Reino de Portugal e o Reino de Castela.

Parte da nobreza apoiava a coroação do genro de dom Fernando, o rei de Castela. Ele representava uma política eminentemente feudal.

Em contrapartida, contra a indicação do rei de Castela, haviam se manifestado os comerciantes e aliados dos setores populares, liderados por dom João de Avis.

Após a derrota castelhana na Batalha de Aljubarrota (1385), dom João de Avis se torna o rei de Portugal.

Tal processo garantiu a independência de Portugal e deu origem a Dinastia de Avis, que durou de 1385 a 1580.

A nova dinastia se caracterizou pela aproximação entre a monarquia e a burguesia mercantil. Os comerciantes almejavam ampliar seus mercados e o rei ambicionava fortalecer sua imagem por meio da cobrança de impostos sobre o comércio.

Tal aliança desencadeou o processo chamado de Expansão Marítima portuguesa, a partir do século XV.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.