Sistema linfático

O sistema linfático retira o excesso de líquido do nosso corpo. Vamos conhecê-lo?

PUBLICIDADE

O sistema linfático é bastante complexo composto pela combinação de órgãos linfoides, linfonodos ou nódulos linfáticos, ductos linfáticos, tecidos linfáticos, capilares linfáticos e vasos linfáticos.

Função do sistema linfático

Ele é o responsável pelo transporte da linfa dos tecidos até o sistema circulatório e atua em conjunto com o sistema imunológico para proteger o organismo.

PUBLICIDADE

Além disso, o sistema linfático absorve ácidos graxos e reconduz para o sistema circulatório e equilibra a quantidade de fluido presente nos tecidos.

Componentes do sistema linfático

Linfa

PUBLICIDADE

A linfa é um líquido alcalino, com composição parecida com o sangue.

Ela não possui hemácias, mas contém muitos linfócitos, um dos tipos de glóbulos brancos, por isso, fica com aspecto esbranquiçado e transparente.

A produção da linfa ocorre no intestino delgado e no fígado, e o transporte dela para os vasos linfáticos ocorre em sentido unidirecional.

PUBLICIDADE

A linfa é filtrada nos linfonodos, também chamados de nódulos ou gânglios linfáticos. Após esse processo ela é transportada até as veias torácicas e retornam para o sangue.

Linfonodos

Os linfonodos, conhecidos também como nódulos ou gânglios linfáticos, são pequenos órgãos em formato de feijão.

Eles estão localizados ao longo de todo sistema linfático, mas são encontrados, principalmente, no pescoço, tórax, abdômen, axila e na virilha.

PUBLICIDADE

Os gânglios linfáticos filtram a linfa antes que ela seja lançada na corrente sanguínea.

Eles também armazenam glóbulos brancos que atuam na defesa do organismo e eliminam corpos estranhos presentes no corpo.

É comum que os linfonodos fiquem inchados e doloridos durante uma infecção, pois estão em plena atividade reagindo ao agente infeccioso que está atacando o indivíduo.

Quando isso ocorre, eles são chamados popularmente de “ínguas”.

Vasos linfáticos

Os vasos linfáticos estão distribuídos ao longo de todo o corpo e conduzem a linfa no sentido unidirecional.

Eles possuem válvulas que impedem o refluxo da linfa para os tecidos.

Além de transportar a linfa, os vasos linfáticos também transportam os glóbulos brancos e retiram as células mortas presentes nos tecidos.

Baço

O baço fica localizado na região epigástrica, próximo ao estômago e ao diafragma. Ele é um órgão mole, muito vascularizado e possui cor escura.

Em um adulto saudável o baço possui, em média, 12 cm de comprimento, 7 cm de largura e 3 cm na espessura.

Ele é o maior órgão do sistema linfático e, apesar de não receber a linfa, ele é importante para a drenagem de sangue venoso que depois vai, obrigatoriamente, para o fígado.

Ele é responsável pela primeira “limpeza” do sangue, a filtragem que ele realiza retira também possíveis agentes infecciosos.

Timo

O timo é um órgão formado por dois lobos laterais mantidos unidos com um contato estreito formado por tecido conjuntivo.

Os dois lobos podem variar de tamanho e formato, geralmente, o direito é maior. Contudo, o timo de uma criança é maior que de um adulto e ele tende a diminuir com o passar dos anos.

O timo é o produtor de glóbulos brancos, por isso, ele composto por uma grande quantidade de linfócitos T, portanto, esse é um órgão que atua diretamente na defesa do organismo.

Tonsilas palatinas

As tonsilas palatinas são dois órgãos pequenos localizados um de cada lado da garganta, popularmente eles são conhecidos como amídalas ou amígdalas.

Quando inflamados, eles causam dores agudas na garganta, dificultando até mesmo a deglutição de saliva.

A função das tonsilas é filtrar a entrada de microrganismos no corpo através da boca.

Sistema linfático - Componentes
Sistema linfático – Componentes

Funcionamento do sistema linfático

O sistema linfático trabalha em conjunto com o sistema imunológico e atua em todo o corpo.

Ele filtra todo o líquido excedente, chamado de linfa, que nutriu, oxigenou, retirou o gás carbônico e excreções resultantes do metabolismo dos tecidos.

A linfa é transportada de forma lenta e sem pressão através da compressão muscular que pressiona o líquido a se movimentar.

Isso ocorre porque o sistema linfático não possui nenhum órgão impulsionador como o coração.

Curiosidades sobre o sistema linfático

Você sabia que a linfa é mais abundante do que o sangue no corpo humano? É verdade!

Por isso, é importante que o sistema linfático esteja funcionando corretamente ou pode causar inchaço e sensação de peso no corpo.

Esse problema pode ser resolvido a drenagem linfática, onde a linfa é reconduzida aos vasos linfáticos através de massagens no corpo.

Muitas doenças são associadas ao mau funcionamento do sistema linfático.

A celulite é uma delas, onde o acúmulo de gordura abaixo da pele não é eliminado pelo sistema, formando as calosidades na pele.

Alguns tipos de câncer, como o câncer de mama, também são chamados de linfomas, pois podem ser causados pelo mau funcionamento desse sistema.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More