Centro da Terra

O centro da Terra, também conhecido como núcleo terrestre, é a camada mais profunda do planeta. Saiba mais sobre essa estrutura.

0

O centro da Terra, ou núcleo terrestre, se encontra em uma profundidade que se estende entre 5.150 km a 6.371 km.

Por conta da variação de sua composição, ele costuma ser dividido em núcleo interno e núcleo externo.

Muitos pensam o contrário, mas o centro da Terra é sólido e formado basicamente de Níquel e Ferro (NiFe). Então, tudo aponta para que o núcleo seja uma grande bola de ferro, encoberta por rochas em estado líquido.

Por muito tempo, nem mesmo os cientistas tinham noção da formação do ponto mais profundo do planeta.

Com os avanços científico-tecnológicos, aparelhos e equipamentos específicos foram desenvolvidos e é possível ter maior entendimento.

Distância e temperatura do centro da Terra

O centro da Terra possui temperaturas que podem atingir 6.000°C, o que equivale ao calor da superfície do Sol. Nessas condições, nenhum ser vivo ou equipamento conseguiu alcançar a parte do planeta.

O máximo que um equipamento conseguiu perfurar foi, aproximadamente, 12.000 metros, e o centro da Terra estende-se desde 5.150 km a 6.371 km de profundidade.

Composição interna da Terra

As áreas mais profundas da Terra são estudadas a partir de equipamentos integrados, como estudos de lavas vulcânicas, magnetismo na Terra e rochas antigas

Um grande destaque, é o sismógrafo, utilizado para medição de terremotos.

O aparelho consegue detectar as diferentes ondas que existem no interior da Terra e, assim, é possível especular qual material compõe as camadas mais profundas do planeta.

Influência do centro da Terra

O centro da Terra, assim como seu comportamento, pode interferir no movimento das placas tectônicas.

A temperatura do núcleo terrestre faz com que o magma mais próximo seja aquecido e o torna menos denso. Com isso, ele sobe, enquanto o magma superior, que é mais frio, desce.

Com esse processo, as placas se movimentam e  interferem na moldura do relevo. Além disso, a ação do vulcanismo também se enquadra na influência do movimento das placas tectônicas.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.