Coronavírus: Europa fecha fronteiras por 30 dias para buscar conter pandemia

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou o fechamento das fronteiras da União Europeia como medida preventiva ao coronavírus.

0

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou na tarde desta segunda-feira, 16 de março, que a União Europeia irá proibir a entrada de estrangeiros no território durante cerca de 30 dias.

A ação é uma das medidas preventivas à pandemia de coronavírus, abrange os 27 países da União Europeia e mais quatro pertencentes à zona Schengen.

 Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia
Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia (Foto: Johanna Geron – Reuters / Reprodução Folha).

No entanto, há algumas exceções para os cidadãos europeus, residentes e seus familiares diretos, diplomatas, profissionais de saúde ou de transporte, cientistas e trabalhadores em casos de emergência.

“Para ser efetiva, a restrição deve ser acompanhada por todos os membros da zona Schengen (que inclui países que não são da União Europeia, como Islândia, Noruega, Suíça e Liechtenstein)”, destacou Ursula.

Pelo fato do Reino Unido estar em período de transição pós-Brexit, os cidadãos britânicos não serão atingidos pela restrição.

Algumas propostas da Comissão Europeia devem ainda ser avaliadas pelos chefes de governo, isso até a terça-feira, 17 de março. Ainda segundo Ursula, grande parte dos países tiveram ciência e concordaram com as informações durante o final de semana.

Outra intenção da Comissão Europeia é elaborar linhas expressas de passagem de carga, chamadas green lane, entre os estados-membros do bloco.

O porta-voz de Ursula, Eric Mamer, relatou que filas extensas de caminhões estão sendo formadas nas estradas, o que acarreta na dificuldade de que os alimentos, remédios, equipamentos de saúde e outros objetos cheguem às fábricas, agravando a situação.

Na indústria, o processo é ainda mais complicado, pois a produção é realizada no sistema just in time, mediante estoques baixos, e qualquer lapso na logística desarticula o cenário.

Os representantes dos 27 países da UE realizam na tarde da segunda-feira, 16 de março, uma reunião por teleconferência para debater os detalhes e medidas preventivas no combate à pandemia.

“A batalha será dura e longa e vai precisar da ajuda de cada um. Cada cidadão, individualmente, deve obedecer às restrições de seus países para que consigamos vencer a crise”, destacou o presidente do Conselho Europeu, depois da reunião com Ursula e o G7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido).

Barreiras europeias

Algumas medidas já sendo adotadas pelos países, outras vão começar no continente. Veja quais são:

Quarentena total

Na quarentena total, os cidadãos devem sair de casa apenas por razões consideradas essenciais. Isso se aplica aos seguintes países:

  • Áustria
  • Eslováquia
  • Espanha
  • Itália
  • Lituânia

Estado de emergência

No estado de emergência é permitido que o governo nacional concentre poderes de forma temporária, nas nações da:

PUBLICIDADE

  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • Letônia
  • Polônia
  • República Tcheca
  • Suíça

Fronteiras fechadas

Em alguns países haverá restrição total ou parcial à entrada, sendo eles:

  • Alemanha
  • Chipre
  • Dinamarca
  • Estônia
  • Noruega
  • Rússia
  • Ucrânia

Controles especiais na fronteira

Para evitar a entrada de pessoas contaminadas haverá controles especiais nas fronteiras de:

  • Áustria
  • Eslovênia
  • Polônia
  • Suíça

Autoisolamento

Nos países a seguir, haverá o autoisolamento por duas semanas (14 dias) para todos os estrangeiros que o adentrarem:

  • Alemanha
  • Bósnia e Herzegovina
  • Chipre
  • Grécia
  • Holanda
  • Malta
  • Noruega
  • Reino Unido
  • Romênia

Escolas fechadas

Esses são locais com suspensão das aulas, veja:

  • Albânia
  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Bósnia e Herzegovina
  • Bulgária
  • Croácia
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Hungria
  • Irlanda
  • Islândia
  • Itália
  • Letônia
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Macedônia do Norte
  • Malta
  • Moldávia
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Rússia
  • Suíça
  • Turquia
  • Ucrânia

Restaurantes, bares e lojas fechadas

Alguns estabelecimentos comerciais fecharam as portas, evitando o contato entre pessoas e aglomerações, nas regiões de:

  • Albânia
  • Alemanha
  • Bélgica
  • Espanha
  • França
  • Grécia
  • Holanda
  • Irlanda
  • Itália
  • Luxemburgo
  • Noruega
  • Polônia
  • Portugal
  • República Tcheca
  • Rússia
  • Suíça
  • Turquia

*Com informações de Folha.

Leia também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.