Heliocentrismo

O heliocentrismo é a teoria que afirma que o Sol ocupa o centro do universo.

O heliocentrismo é a teoria que afirma que o Sol é o centro do universo. Formulada no século XVI por Nicolau Copérnico, que se baseou em cálculos matemáticos e observações astronômicas para chegar a tal conclusão.

De acordo com Copérnico, a Terra é apenas mais um entre tantos astros que giram em torno do Sol.

Geocentrismo e heliocentrismo

Entre os séculos XVI e XVII, várias experiências científicas, reflexões filosóficas e descobertas modificaram radicalmente o modo como as pessoas compreendiam o conhecimento e a natureza.

Ao destruir a visão medieval que se tinha do universo, inaugurou-se uma nova era na história da humanidade, em que a razão e a ciência começaram a ter valores dominantes.

Esse processo ficou conhecido como Renascimento Científico. A partir de então, a religião e a fé foram substituídas pela ciência e a razão.

Para o homem do medievo, o universo era um todo fechado comandado por um Deus criador. De acordo com essa ideia, a Terra era o centro do universo, ou seja, todos os astros giravam em torno dela. Tal concepção era chamada de geocentrismo.

Ela foi inquestionável por quase dois mil anos, até que, em 1543, Nicolau Copérnico publicou o livro Sobre a revolução dos orbes celestes, afirmando que o Sol era o centro do universo.

No início do século XVII, Galileu Galilei aperfeiçoou o telescópio, ferramenta que possibilitou a comprovação do modelo de Copérnico.

Johannes Kepler, no mesmo período, descobriu que os planetas se moviam em órbitas elípticas em torno do Sol.

Segundo a teoria de Copérnico, o cosmo era um todo fechado. Coube, então, ao italiano Giordano Bruno descobrir e divulgar que o universo, além de não ter centro, era infinito. Ele foi perseguido pela Inquisição e morto na fogueira em 1600.

O heliocentrismo de Nicolau Copérnico lançou as bases para que Galileu e Kepler concluíssem que o universo não era regido por um Deus criador, mas pelas leis da natureza.

Heliocentrismo
Nicolau Copérnico

Assim, a ciência ganhou autonomia e deixou de ser subordinada à religião, por isso, muitos intelectuais e cientistas foram perseguidos pela Igreja Católica.

 Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More