Holocausto

Holocausto é o nome que se dá para o extermínio de milhares de pessoas - principalmente dos judeus - em campos de extermínio e de concentração na Europa. Praticado pelos nazistas, ocorreu durante a II Guerra Mundial.


Holocausto é o termo utilizado para se referir ao extermínio praticado pelos nazistas contra milhares de pessoas – principalmente os judeus – em campos de extermínio, durante a Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945).

Foi o resultado final de uma série de ações que visavam exterminar vários grupos considerados inferiores em relação aos alemães.

O que foi o Holocausto?

O Holocausto foi o genocídio de milhares de pessoas: negros, homossexuais, ciganos, testemunhas de jeová, opositores políticos, etc.

Contudo, o principal grupo atingido por essa prática, foram os judeus.

O antissemitismo era uma característica presente no programa do partido de Adolf Hitler. Nele, dizia que nenhum judeu poderia ser considerado pertencente ao povo alemão.

Partiam da crença que a raça alemã era superior as demais e de que os judeus eram responsáveis por todos os males. Dessa maneira, atribuíam a derrota alemã na Primeira Guerra Mundial aos judeus (entre outros grupos).

Em 1933, os nazistas ascendem ao poder e com eles, a exclusão e violência contra o povo judeu. O antissemitismo passou a ser pregado massivamente entre a sociedade alemã, provocando uma perseguição intensa à eles.

No poder, uma das primeiras medidas tomadas pelos nazistas, foi criar uma lei que proibia os judeus de ocupar cargos públicos. Além disso, eram perseguidos massivamente a ponto de muitos deles fugirem do país.

Os que não conseguiam fugir, iam para os guetos. Eles foram criados para agrupar a população judaica, os fazendo trabalhar de maneira forçada. Com isso, eles abrigavam judeus de toda a Europa.

Essa realidade fazia com que milhares deles vivessem em espaços mínimos, com condições precárias de vida.

O massacre dessas pessoas ocorria em campos de extermínio criados exclusivamente para essa função: aprisionar e matar pessoas.

Entender a intolerância ao povo judeu é extremamente importante para se compreender o Holocausto.

Campos de concentração e o massacre dos judeus

A perseguição aos judeus foi se acentuando com o desenrolar da Segunda Guerra Mundial.

Já no fim da Segunda Guerra, foi criada a “solução final“, que era um plano genocida, em que deveria ocorrer a erradicação total de judeus da Europa, além dos ciganos, homossexuais, negros, testemunhas de jeová, entre outros.

Os campos de concentração já existiam em alguns países, inclusive na Alemanha. Eram confinamentos militares que exploravam a mão de obra dos prisioneiros.

Por isso, passaram a ser confinamentos militares nazistas que abrigavam – e matavam – as pessoas que não se “adequavam” à sociedade alemã, segundo os preceitos nazistas.

Surgiram nessa época os campos de extermínio. Eles foram criados pelos nazistas com o intuito de praticar extermínios em massa (principalmente do povo judeu).

Como os alemães invadiram diversos países (França, Polônia, Noruega e Bélgica, por exemplo) durante a Segunda Guerra, os campos de extermínio recebiam prisioneiros de toda a Europa.

Os prisioneiros desses campos eram maltratados diariamente, com cargas de trabalho exaustivas e condições de higiene precárias. Eram mal alimentados e recebiam poucas roupas para enfrentar o inverno.

Pessoas consideradas incapazes (deficientes físico ou mental, idosos) de realizar algum tipo de trabalho, eram executadas nas câmaras de gás.

Chegaram a morrer cerca de seis mil pessoas por dia nas câmaras de gás ou por fome.

Muitos prisioneiros foram usados como “cobaias” para experimentos científicos. Após os testes, eles eram mortos.

Com a derrota alemã na Segunda Guerra, diversos prisioneiros foram sendo libertos dos campos de concentração. Somente após a libertação dessas pessoas que o mundo tomou conhecimento das práticas assustadoras cometidas pelos nazistas nos campos de concentração e de extermínio.

Alguns dos campos de extermínio, foram:

  • Auschwitz-Birkenau;
  • Belzec;
  • Sobibor;
  • Treblinka;
  • Majdanek;
  • Chelmno.

Huseu do Holocausto (Memorial do Holocausto em Berlim)

Foi criado um memorial em homenagem a todos os judeus que foram exterminados nesse período. Ele se chama Memorial do Holocausto e se situa na cidade de Berlim, capital da Alemanha. É um dos monumentos alemães mais reconhecidos mundialmente e um dos lugares mais visitados de Berlim.

Memorial do Holocausto – Monumento que homenageia os judeus mortos durante a II Guerra Mundial

Veja mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More